HBO
HBO

Podcast 'Episódio' faz bolão do Emmy sobre as melhores produções do 'Oscar' da TV

Cerimônia será realizada em 20 de setembro com transmissão online; no 'Vi e Recomendo' a atriz Mel Lisboa indica série de drama sueca 'Califado'

Clara Rellstab, Leandro Nunes, Simião Castro, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2020 | 06h00

É dada a hora da temporada de premiações da TV. Mesmo com a pandemia e algumas alterações de calendários, o Emmy Awards será realizado, ainda que de uma maneira diferente dos anos anteriores.

O podcast Episódio reuniu o time de hosts para comentar as séries indicadas ao prêmio, na lista divulgada no dia 28 de julho. Mas, antes das produções que competem, a direção do Emmy explicou um pouco do que será a cerimônia prevista para 20 de setembro.

As indicações foram anunciadas em cerimônia virtual por Leslie Jones, com participação de Laverne Cox, Josh Gad, Tatiana Maslany e do presidente da Academia, Frank Scherma. Outras premiações de Hollywood, como o Oscar e o Globo de Ouro, tiveram de adiar as cerimônias e alterar parte das regras para se adaptar aos novos tempos sem cinemas.

Em uma carta, a produção do Emmy anunciou que a transmissão será online, por causa da pandemia, diretamente da casa dos indicados de  cada categoria. A promessa é de tecnologia de ponta, com uma equipe de técnicos e roteiristas para o evento, que deve levar em conta os diferentes fusos-horários. O vencedor pode, por exemplo, estar no Reino Unido (e talvez o indicado queira estar de pijama ou gravar direto da cama, como é o caso da atriz Laura Linney). O Episódio de hoje discute tudo isso e também as nossas apostas!

No topo da lista, o drama distópico de super-herói Watchmen lidera com 26 indicações, incluindo de melhor série limitada. A produção da HBO aborda o tema do racismo em um mundo distópicoa partir dos quadrinhos, que se passa na Guerra Fria, em que heróis mascarados investigam a morte de um agente do governo. Nixon ganhou a guerra, os carros são todos elétricos e a identidade dos vigilantes é segredo.

Com 20 indicações, outra queridinha é dos mesmos criadores de Gilmore Girls, e conta a trajetória de uma mulher em busca do sonho e quebra tabus no camoinho. Em The Marvelous Mrs. Maisel, narrada nos anos 1950, a personagem Midge busca encontrar o próprio lugar no mundo, com um grande talento para a comédia, em uma sociedade voltada apenas aos homens.

Esnobada?

Netflix liderou entre todas as redes com um recorde de 160 indicações, seguida pela HBO, com 107. Entre as séries mais injustiçadas está Pose, sobre a vida de pessoas trans e gays nos ballroom de Nova York, nos anos 1980. Repleta de boas interpretações, que poderiam figurar nas categorias femininas, a série traz apenas Billy Porter, como indicado em melhor ator. Uma pena.

 

Vi e Recomendo

Pro Vi e Recomendo de hoje, a nossa convidada de hoje é Mel Lisboa, no ar na Netflix na série Coisa mais linda, interpretando a personagem Thereza Soares. Califado! Estreou em 12 de janeiro de 2020 na TV Sueca, se tornou a série mais vista de todos os tempos no streaming SVT Play lá do país.  Netflix em 18 de março de 2020.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.