Serjão Carvalho/ Estadão
Serjão Carvalho/ Estadão

Eminem 'sequestra' filha de Trump em música de seu novo álbum

'Revival' é o nono disco da carreira do cantor americano

EFE

15 Dezembro 2017 | 18h58

O rapper americano Eminem fantasia sobre o sequestro de Ivanka Trump, filha mais velha do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em uma música do seu novo álbum, Revival, lançado nesta sexta-feira, 15.

Framed é o título da faixa na qual o cantor, de 45 anos, fala sobre ter a filha do líder no porta-malas de seu carro e de ter que resolver a situação porque é sua "responsabilidade".

A letra também se refere a Ivanka Trump como "estúpida pequena menina loira" em um dos ataques que o músico faz à família do presidente americano na música, informaram os veículos de imprensa locais.

+ Eminem lança música com Beyoncé; ouça 'Walk on Water'

Na letra de Like Home, Eminem afirma que "é o momento de enterrá-lo, portanto diga a ele que se prepare para ser destituído", em referência a Donald Trump, a quem o cantor chama de "ariano".

O artista já tinha atacado o presidente em uma apresentação no BET Hip Hop Awards, em outubro. O músico de Detroit fez uma improvisação de mais de quatro minutos contra Trump, um "avô racista de 94 anos", que ignora o passado segregacionista nos EUA.

Em entrevista, o rapper disse ter se sentido frustrado porque o presidente não lhe deu atenção após suas críticas: "Eu estava esperando que dissesse algo e, por alguma razão, não o fez".

Revival é o nono álbum da carreira do cantor americano. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.