Eminem detona Donald Trump em rap freestyle; veja
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Eminem detona Donald Trump em rap freestyle; veja

Rapper criticou posições do presidente dos EUA em pontos como imigração, corrupção, movimentos de direita, controle de armas e protestos de jogadores da NFL

Guilherme Sobota

11 Outubro 2017 | 10h21

O rapper norte-americano Eminem detonou o presidente dos EUA Donald Trump, classificando-o como racista e líder imprudente, em um vídeo que foi ao ar na noite de terça-feira, 10, durante o Black Entertainment Television Hip Hop Awards. Veja:

Eminem falou aos seus fãs, no freestyle à capela de quatro minutos, que eles devem escolher entre apoiar o artista ou o presidente.

“Racismo é a única coisa para a qual ele é fantástico”, diz um dos versos no vídeo, que foi filmado na última sexta-feira em uma garagem de Detroit.

+ Eminem e Jay-Z são artistas com canções de melhor vocabulário


Representantes da Casa Branca não responderam imediatamente sobre pedidos para comentar o rap, que era um dos vídeos mais assistidos do Youtube nesta quarta-feira, 11.

A música também menciona Barack Obama e Hillary Clinton.

“É bom que a gente dê a Obama o reconhecimento, porque o que temos no escritório agora é um kamikaze que provavelmente vai causar um holocausto nuclear”, diz outro verso de Eminem.

FILE - In this July 20, 2015, file photo, Eminem attends the premiere of

Eminem em Nova York, em 2015. Foto: Evan Agostini/Invision/AP, File

Ele também critica veementemente o posicionamento de Trump em relação aos jogadores da NFL (a liga de futebol americano), que vêm protestando contra a violência policial e contra o racismo nos jogos.

“Ele ganha uma reação enorme quando ataca a NFL, para que a gente se foque nisso em vez de falar sobre Porto Rico ou sobre as leis de porte de arma em Nevada”, canta o rapper, se referindo ao furacão que devastou Porto Rico no mês passado e ao massacre em Las Vegas que matou 58 pessoas no dia 1.º de outubro.

Em fevereiro, Eminem já tinha lançado uma música, com Big Sean, criticando Trump. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:

EminemDonald Trump