PT entra com ação e possibilita que Toffoli determine investigação de Deltan

Sonia Racy

18 de julho de 2019 | 15h29

DIAS TOFFOLI

DIAS TOFFOLI. FOTO: DIDA SAMPAIO/ ESTADAO

Os senadores e deputados do PT enviaram nesta quinta-feira notícia-crime a Dias Toffoli, do STF, pedindo investigação sobre atos dos procuradores Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobon. Mais exatamente, sobre as mensagens obtidas pelo site The Intercept Brasil dando conta de que eles pretenderiam usar o prestígio obtido com a Operação Lava Jato para lucrar com palestras.

A ação possibilita que a apuração seja aberta pelo Tribunal, independentemente da vontade da Procuradoria-Geral da República (PGR). Se Toffoli determinar a investigação, ela será remetida à Procuradoria, mas o STF manterá o controle judicial de seu andamento e poderá determinar providências.

Na avaliação dos petistas, a PGR não tem mostrado interesse de fazer qualquer apuração por conta própria sobre o caso.

Leia mais notas da coluna:
+ Paulo Guedes elogia criação, no Senado, de PEC separada para Estados e municípios
+ Ambientalista pede a Doria urgência na solução para invasão na Jureia

Tendências: