Apoio do PSB a Maia teria OK de Paulo Câmara, dizem interlocutores

Apoio do PSB a Maia teria OK de Paulo Câmara, dizem interlocutores

Sonia Racy

05 de janeiro de 2019 | 15h54

PAULO CÂMARA. FOTO: FELIPE RAU/ESTADÃO

GOVERNADOR PAULO CÂMARA. FOTO: FELIPE RAU/ESTADÃO

Texto alterado às 19h50, para atualização de conteúdo

Paulo Câmara disse a outros apoiadores da reeleição de Rodrigo Maia à presidência da Câmara dos Deputados que o PSB não vai sair do bloco de apoio articulado pelo democrata. A garantia, segundo apurou a coluna junto a fontes próximas ao governador, foi dada na noite de sexta-feira, 4.

Segundo essas fontes, que dificilmente Câmara, governador de Pernambuco e um dos quadros mais influentes de seu partido, vai se contrapor ao acordo firmado entre Maia e o também pernambucano Luciano Bivar, presidente do PSL.

Bivar demonstrou vontade de ajudar a emplacar as demandas do Estado na bancada do PSL, que será a segunda maior na Câmara federal.

“Não há definição”

Por sua assessoria, o governador de Pernambuco informou à coluna que “a decisão sobre a posição do PSB está sendo deliberada entre a direção do partido (PSB) e a bancada federal. Não há ainda qualquer definição.”

Leia mais notas da coluna:
+ Prefeitos querem previdência municipal no pacote da reforma
+ Para ex-embaixador, novo chanceler pode enfraquecer imagem do País