Novo acerta corte de gastos nos cargos

Sonia Racy

07 Abril 2018 | 01h03

Pré-candidatos do partido Novo reuniram-se anteontem, em SP, para alinhar suas campanhas. Decidiram que, se eleitos, vão abrir mão de privilégios federais, estaduais e municipais.

Quais? Morar em palácio de governo, usar cartão corporativo… Também vão cortar pela metade as verbas de gabinete – e ao sair abdicarão dos benefícios públicos, inclusive a aposentadoria.

 

Leia mais notas na coluna:

Barroso e Dias Toffoli estiveram na Casa de Dom Inácio no feriado

MST atira tinta e picha prédio de Cármen Lúcia em BH