Epitácio Pessoa/ Estadão
Epitácio Pessoa/ Estadão

Velório de Gugu Liberato deve ser aberto ao público ao meio-dia de quinta, 28

O velório do apresentador Gugu, que morreu aos 60 anos, deve durar de meio-dia de quinta, 28, até as 10h de sexta, 29

Redação, O Estado de S. Paulo

27 de novembro de 2019 | 07h31
Atualizado 27 de novembro de 2019 | 10h20

O velório do apresentador Gugu Liberato deverá ser liberado ao público a partir do meio-dia de quinta-feira, 28, na Assembleia Legislativa de São Paulo. O corpo será velado em caixão aberto, segundo informação divulgada pela assessoria do comunicador. A entrada popular ao Salão Monumental da Alesp será pela Avenida Sargento Mario Kozel Filho. 

"Acreditamos que, por volta das 12h, o velório será aberto e se estenderá até às 10 horas da manhã de sexta-feira, 29, quando o corpo seguirá em carro de bombeiros para o Cemitério Gethsemani, no Morumbi, onde será sepultado no jazigo da família", diz o comunicado.

Ainda segundo a assessoria, o corpo de Gugu Liberato deverá chegar no aeroporto de Viracopos, em Campinas, por volta das 6h da quinta. Terminada a liberação legal, seguirá para São Paulo. Batedores da Polícia acompanharão o cortejo nesse trajeto."Chegando à Assembléia, tudo será preparado e o salão principal será o local do velório, aberto para que o público possa se despedir de Gugu."

Gugu Liberato morreu na sexta-feira, 22, após sofrer um acidente doméstico dois dias antes em sua casa, em Orlando, nos Estados Unidos. Ele estava com 60 anos.

Segundo informações divulgadas pela sua assessoria de imprensa, ele teve uma queda acidental de uma altura de cerca de quatro metros quando fazia um reparo no ar condicionado instalado no sótão de sua casa. Ele bateu a cabeça na quina de um móvel. Em sequência, exames constataram a morte cerebral do apresentador. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.