Todd Williamson/Invision/AP
Todd Williamson/Invision/AP

Morre Rick Hall, famoso produtor de música soul

Proprietário do estúdio Fame, pelo qual passaram Aretha Franklin, Wilson Pickett e Etta James

EFE

03 Janeiro 2018 | 08h33

Rick Hall, famoso produtor americano de música soul, morreu nesta quarta-feira, 3, aos 85 anos, informou o Hall da Fama da Música do Alabama (Estados Unidos).

Hall foi o proprietário do Fame, um dos estúdio de gravação mais importante do soul no sul do país e pelo qual passaram estrelas como Aretha Franklin, Wilson Pickett e Etta James.

A pequena localidade de Muscle Shoals no Alabama, onde ficava localizado o estúdio Fame, se tornou um lugar de peregrinação para os artistas de soul que, após o fenomenal sucesso em 1966 de When a Man Loves a Woman assinado por Perry Sledge, buscavam esse som apaixonado, cru e intenso que era a marca do trabalho de Hall.

Fundado em 1959 e ainda em ativo, o Fame contava, no início, com uma poderosa banda de estúdio formado por músicos brancos que ficaram famosos pelo talento para conduzir figuras da música negra em anos nos quais a segregação racial era ainda uma realidade no sul dos Estados Unidos.

Entre esses músicos às ordens de Rick Hall, que foram mudando durante o tempo sobretudo pelo difícil caráter do produtor, figuraram Barry Beckett (teclados), Roger Hawkins (bateria), David Hood (baixo) e Jimmy Johnson (guitarra).

Conhecidos coloquialmente como o grupo de acompanhamento The Swampers, ainda que seu nome oficial fosse Muscle Shoals Rhythm Section, no final dos anos 60 fundaram sua própria e também célebre companhia de gravação, que foi chamada de Muscle Shoals Sound Studio.

Rick Hall recebeu em 2014 o Grammy especial Trustees Award, em honra à carreira de personalidades que fizeram contribuições significativas ao mundo da música.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.