Flip 2018 — Dicas da programação paralela
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Flip 2018 — Dicas da programação paralela

Festa com homenagem a Hilda Hilst é recheado de eventos em casas alternativas espalhadas pelo centro de Paraty

Guilherme Sobota

24 de julho de 2018 | 17h43

Cinema da Praça em Paraty, uma das novidades deste ano da Flip. Foto: Guido Nietmam/Flip

Mais uma Flip está chegando e em 2018, mais do que em todos os outros anos, a programação paralela está realmente de arrasar. Para quem não quiser acompanhar as mesas da tenda do telão (também tem coisa boa por lá), separei algumas dicas de apenas algumas das mais de 20 casas que terão debates, encontros, saraus e outros eventos.

Quarta, 25

19h30, no Barco Flipei – Publicações independentes, o que é e como sobrevivem? Com João Varella (Lote 42), Cauê Ameni (Autonomia Literária & Rizoma) e Sarah R. Kersley (Boto Cor de Rosa)

Quinta, 26

10h, na Casa Santa Rita da Cassia – J.R.R. Tolkien e C. S. Lewis: A arte da mitopeia, com Samuel Coto, Reinaldo José Lopes e César Machado

15h, na Casa Santa Rita da Cassia – Cidade de Deus, com Paulo Lins

17h, no Sesc Paraty Santa Rita – De instantes e miudezas, com Sidney Rocha e Marcelo Montenegro

19h, no Sesc Paraty Caborê – Leitura “Nelson Rodrigues por Ele Mesmo”, com Fernanda Montenegro

19h30, na Casa do Desejo – Memórias da Casa do Sol, com Com Olga Bilenky e Daniel Fuentes

23h, no Barco Flipei – Reuben da Rocha apresenta Macrofonia / Electric Hendrix Tribute & Jazz na Kombi

Sexta, 27

10h, na Casa Hilda Hilst – Conversa sobre o encontro do público com a obra de Hilda Hilst, com Ana Lima Cecilio, Gutemberg Medeiros e Alice Sant’Anna

11h, na Casa Europa (EUNIC, na Igreja Santa Rita) – A liberação sexual na Europa e no Brasil, com Wagner Schwartz, coreógrafo (Brasil) e Nina Reusch, acadêmica (Alemanha). Mediação: Regina Zappa

14h, na Casa do Desejo – A Flip é para todes? Com Tatiana Kelly (Quase oito), Leida Reis (Páginas Editora), Sálvio Nien (Kotter), Silvia Naschenveng (Mundaréu), Eduardo Lacerda (Patuá), Saulo Ribeiro (Cousa) e Gustavo Felicíssimo (Mondrongo)

16h30, no Barco Flipei – Hilda Hilst Pirata: poesia e prosa subversiva, com Com Marina Fuser (Educ), Cristiano Diniz (Biblioteca Azul) e Daniel Fuentes (Instituto Hilda Hilst)

18h, na Casa Libre e Nuvem de Livros – Vozes que não se podem calar, com Conceição Evaristo, Janaína Damasceno, Tom Farias

19h, na Casa Paratodxs – Lançamento dos livros de Alejandra Pizarnik e leituras

21h30, na Casa Santa Rita da Cassia – Concentração do bloco (!) Só Paro No Próximo Capítulo

Sábado, 28

10h30, na Casa Paratodxs – Caetanear, Claricear, com Igiaba Scego e Simone Paulino

13h, na Casa Hilda Hilst – Debate sobre os próximos 50 e 100 anos da Casa do Sol, com Daniel Fuentes, herdeiro da escritora e presidente do Instituto Hilda Hilst, e Mauro Munhoz, arquiteto e presidente da Casa Azul

15h, na Casa Santa Rita da Cassia – O processo de escrita, construção de personagens e histórias, com André Aciman

18h, na Casa Hilda Hilst – O profano e o sagrado em HH, com Eliane Robert de Moraes e Zélia Duncan

20h, na Casa Libre e Nuvem de Livros – Colonização e literatura. Bate-papo com Alain Mabanckou e mediação de Joana Monteleone

20h30, na Casa Santa Rita da Cassia – A mágica arte de questionar a realidade, com Colson Whitehead e Paulo Werneck

Domingo, 29

11h, na Casa Fantástica – Uma introdução à ficção científica, com Cláudia Fusco

17h, no Sesc Paraty Santa Rita –Ficções do Brasil profundo, com João Meirelles Filho e Edyr Augusto

Tudo o que sabemos sobre:

FlipHilda Hilst

Tendências: