Justiça Eleitoral paulista se prepara para receber ações de corrupção

Justiça Eleitoral paulista se prepara para receber ações de corrupção

Sonia Racy

10 de abril de 2019 | 00h55

TRE-SP. FOTO: DIVULGAÇÃO

TRE-SP. FOTO: DIVULGAÇÃO

Espere e verá

Boa parte dos juízes, desembargadores e promotores eleitorais estão indignados com as declarações de integrantes do MPF contrários ao envio, à Justiça Eleitoral, de casos de corrupção quando houver caixa dois. Ao que se apurou, preparam o terreno para mostrar que vão dar conta da tarefa, delegada pelo Supremo.

Se, até o ano passado, a Justiça Eleitoral queria ficar de fora do assunto, agora a história é outra. A mensagem foi transmitida por Carlos Eduardo Cauduro Padin, presidente do TRE-SP, e Luiz Carlos Gonçalves, procurador eleitoral, anteontem, na Escola Paulista de Magistratura.

Espere 2

A ideia é reforçar o setor com mais juízes, servidores e equipamentos – a começar por SP – e formar essas pessoas para lidar com casos complexos de lavagem e corrupção.

No evento prevaleceu, entre advogados e juízes, a avaliação de que o MPF tentou tachá-los de despreparados ou dispostos a passar a mão na cabeça de políticos.

Desmobilização

A Caixa pretende colocar à venda nove dos seus 15 prédios que abrigam funcionários do banco, segundo apurou a coluna. Dos seis imóveis restantes, três serão reformulados e destinados à tecnologia e a outros três vão para a administração.

Vale registrar: dos 15, quatro estão alugados.

Novos tempos

Quem passou no McDonald’s da Henrique Schaumann, em SP, na madrugada de ontem, encontrou,  em um salão completamente vazio, o ex-governador Geraldo Alckmin acompanhado por um amigo.

Ambos comiam dose dupla de Big Mac.

Tá funcionando

Uma brigalhada sem fim tomou posse da Apex. Entretanto, quem viu o show room do Brasil em Milão, esta semana, é só elogios.

Destravando

Ao invés de Bolsonaro editar MP sobre desburocratização, como anunciou semana passada, o Congresso deveria aprovar uma Lei Nacional da Liberdade Econômica que obrigasse todos os órgãos reguladores, inclusive Estados e municípios, a adotar programas de governança pública. A ideia está em estudo do Grupo Público da Direito GV que Carlos Ari Sundfeld e Cristina Pinotti debatem amanhã, no TCE paulista.

Dois em um

O enxugamento da máquina federal chegou aos canais estatais. Muitos não vão notar, mas NBR e TV Brasil têm desde hoje programação única e atendem pelo nome de Nova TV Brasil.

O sinal será retransmitido nos canais atuais das duas empresas.

Fora do eixo

Pela primeira vez, Salvador recebe exposição com conjunto significativo da carioca Adriana Varejão. A mostra Por uma Retórica Canibal estreia dia 16 de abril no MAM-BA, onde fica até 15 de junho.

Duas rodas

As bicicletas compartilhadas impulsionaram as vendas de bikes no País. A Vela calcula aumento de 130% de vendas entre janeiro de 2018 e janeiro deste ano. No mesmo período entre 2017 e 2018, o aumento foi de 30%.

Vida normal

Mesmo em reformas, o Museu da Língua Portuguesa mantém o pique. Abriu a interessados edital de propostas para comemorar o Dia Internacional da Língua Portuguesa, dia 5 de maio.

Leia mais notas da coluna:
+ Governo consulta Comissão de Ética para confirmar nomeações no BNDES e no BB
+ ‘Minha relação não é com a fama, é com a arte’, diz Maria Rita