Ryan Conaty/The New York Times
Ryan Conaty/The New York Times

'Young Rock' faz uma retrospectiva da vida ‘surreal’ de Dwayne Johnson

Série estreia na NBC, nos Estados Unidos, e conta a história do ator Dwayne Johnson

Lynn Elber, AP

16 de fevereiro de 2021 | 11h35

Quando Dwayne Johnson vendeu para a NBC a ideia de uma comédia para a TV sobre sua pitoresca e desafiadora vida, um ano atrás, ele ficou encantado em contar a seus pais que uma versão de sua família estava destinada à telinha.

Dias depois, seu pai morreu após um ataque cardíaco causado por um coágulo de sangue aos 75 anos. Sua perda inevitavelmente alterou Young Rock, disse Johnson, que interpreta a si mesmo na série que estreia nesta terça-feira, 16. Um trio de atores interpreta as versões mais jovens de Johnson.

“Fico emocionado quando falo a respeito disso, quando falo sobre meu pai e penso sobre isso”, disse Johnson, fazendo uma pausa para se recompor. “Eu tinha um relacionamento difícil com meu pai, e ele era um homem complexo.”

A série pretendia incluir os altos e baixos do pai de Johnson, mas depois de sua morte o filho decidiu focar completamente em sua "habilidade realmente fantástica de fazer qualquer um se sentir bem."

Com um sorriso, ele recitou as saudações animadas do pai Rocky Johnson, incluindo uma das favoritas: “‘Você tem malhado?’”

Dwayne Johnson, conhecido como The Rock em seus dias gloriosos de luta livre, provavelmente herdou uma parte de sua habilidade e ambição do pai nascido em Nova Scotia, que detinha títulos da National Wrestling Alliance e foi um dos primeiros campeões negros na história da World Wrestling Entertainment.

Mas ele também deve ao pai o charme e calor humano que tornam Dwayne Johnson instantaneamente cativante, apesar de sua aparência imponente e status de estrela de bilheteria com participações nas franquias Velozes e Furiosos e Jumanji. A comédia esportiva Ballers faz parte de seu currículo na TV.

Ele é uma figura rara, "generoso e adorável", disse Nahnatchka Khan, produtora executiva de Young Rock junto com Johnson. “Ele é colaborativo, engraçado e disposto a se arriscar. Muito da comédia é confiança ... e eu confio nele completamente.”

Bradley Constant, que interpreta o adolescente Johnson que anseia por garotas, roupas legais e um carro, aceitou seu primeiro papel importante com a orientação dele.

“Ele me tranquilizou dizendo apenas para eu ser eu mesmo. Ele é um cara muito genuíno e normal que viveu uma vida incrível, é claro", disse Constant, que viu as dificuldades financeiras da família como uma forma de ajudá-lo a se firmar no papel.

Young Rock é estruturado em torno da descrição de Johnson como um candidato presidencial de 2032 - um movimento para um período menos preciso que o político independente considerou. Ele está preparando os Estados Unidos para sua próxima fase?

“Acho que o povo vai me preparar. Eu posso dizer isso,” ele respondeu com uma risada.

No episódio de estreia, ele é entrevistado por Randall Park, também interpretando a si mesmo, mas como um ator que virou jornalista de TV. Park estrelou Fresh Off the Boat, que Nahnatchka criou e produziu.

Enquanto Johnson relembra o passado, há flashbacks de cenas dele quando criança, interpretadas por Adrian Groulx; como estudante do ensino médio (Constant); e jovem adulto, interpretado pelo ator australiano Uli Latukefu. Joseph Lee Anderson e Stacey Leilua interpretam os pais Rocky e Ata Johnson.

Matthew Willig se destaca como o falecido Andre the Giant, uma das figuras mundialmente conhecidas da luta livre mostrada como parte comum da infância e juventude incomuns de Johnson, marcada por contratempos que ele lutou para superar.

“Ele realmente queria ir lá e mostrar as dificuldades e que não foi uma linha reta até o topo para ele”, disse Nahnatchka. “Ele foi muito nocauteado e teve que desviar do que pensava ser seu sonho e encontrar um novo sonho, um novo caminho. Ser capaz de explorar esses tipos de momentos em uma comédia é muito importante.”

Johnson provou “estar pronto para tudo que aparecesse. Era apenas sobre ele querer retratar as pessoas que afetaram sua vida de uma forma real ", disse ela, acrescentando que o que é retratado na série aconteceu ou foi inspirado por eventos reais.

Ao refletir em relação ao passado, disse Dwayne Johnson, ele percebeu que os desafios foram um incentivo para um crescimento real.

“Isso se tornou um referencial na minha luta e na minha determinação de, francamente, não ser uma vítima quando, novamente, fomos despejados (da casa onde vivia) quando eu tinha 13 ou 14 anos”, disse ele. Enquanto trabalhava com Nahnatchka para encontrar a abordagem certa para a série, “Eu sabia em meu coração que a coisa mais importante era ser autêntico e aceitar contar algumas histórias e escancarar o passado”.

Isso inclui seus próprios erros, que Johnson disse contar com prisões por brigas e roubo antes dos 17 anos.

Embora seja "extremamente surreal" assistir ao desenrolar de seus primeiros anos na série, ele está saboreando a perspectiva que só o tempo pode trazer.

Mesmo quando as coisas estavam difíceis, Johnson disse, ele foi amparado pela família e “teve a oportunidade de testemunhar esses heróis da vida real na minha frente, como meu pai e esses lutadores que eram adorados e amados e tão fortes e poderosos.”

“Você olha para trás, para essas histórias, e fica incrivelmente grato”, disse ele. / TRADUÇÃO DE ROMINA CÁCIA

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.