Eddie Keogh/ Reuters
Eddie Keogh/ Reuters

Will Ferrell protagonizará comédia sobre o festival Eurovisão para a Netflix

Filme é visto como uma tentativa da plataforma americanax de seduzir seus clientes estrangeiros

AFP

20 Junho 2018 | 09h18

O ator americano Will Ferrell dirigirá e atuará em uma comédia da Netflix inspirada no Festival Eurovisão, um evento anual que atrai milhões de telespectadores, informaram vários meios nesta terça-feira.

A estrela de 50 anos escreverá o roteiro com Andrew Steele, ex-diretor de roteiros do popular programa de sátiras Saturday Night Live, no qual Will Ferrell participou durante anos. Procurados pela AFP, nem o ator nem a Netflix responderam imediatamente.

** Após campanha dos fãs na internet, série ‘Lucifer’ ganhará a quarta temporada

O filme é visto como uma tentativa da plataforma americana Netflix de seduzir seus clientes estrangeiros.

"O acordo dá à Netflix uma comédia que terá provavelmente um maior significado para uma base de assinantes estrangeiros do serviço, mais familiarizados com o concurso musical", disse Mike Fleming Jr., especialista em cinema do site Deadline.

"E Ferrell se torna a última estrela da comédia a assumir o comando em um projeto da Netflix, em um momento em que as comédias protagonizadas por estrelas lutam com força nas telonas", continuou.

** Série ‘Anne’ emociona com a história da sonhadora e divertida ruivinha órfã

Segundo vários veículos de mídia, Will Ferrell teve a ideia de assistir ao Eurovisão deste ano - cuja final foi realizada em 12 de maio - que teria descoberto através de sua mulher, a atriz sueca Viveca Paulin.

O Festival Eurovisão da Canção, cuja primeira edição foi realizada na Suíça em 1956, continua sendo pouco conhecido nos EUA e na América Latina, apesar de já ter contado com alguns participantes famosos como ABBA e Celine Dion.

Outros grandes nomes da comédia americana também assinaram projetos com a Netflix, entre eles Mike Myers, Adam Sandler, Chris Rock e Rob Schneider.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.