Volta discreta de Clooney aumenta audiência de 'ER'

A tão aguardada - ainda que discreta - volta de George Clooney a "ER" garantiu a melhor audiência dos últimos dois anos a essa série que se encontra em fase terminal.

REUTERS

13 Março 2009 | 19h49

No episódio de quinta-feira, Clooney, 47 anos, vestiu novamente o avental cirúrgico do dr. Doug Ross e reencontrou seu par romântico, a enfermeira Carol Hathaway (Julianna Marguiles). Outros veteranos da série, como Noah Wyle (dr. John Carter) e Eriq La Salle (dr. Peter Benton) também tiveram participações.

Embora mal tenha sido divulgado pela NBC, esse episódio especial resultou num aumento de 23 por cento na audiência do programa na semana passada, cuja 15a e última temporada termina no mês que vem.

A NBC, que tem a menor audiência entre as quatro grandes redes dos EUA, disse que 10,7 milhões de norte-americanos viram o episódio, melhor audiência de "ER" desde fevereiro de 2007.

A série transformou Clooney em galã internacional, e a partir de 1999 ele deixou o programa para se dedicar ao cinema. Voltou para uma rápida aparição-surpresa em maio de 2000, no papel de si mesmo, mas vinha dizendo repetidamente que não tinha interesse em regressar mais uma vez.

(Reportagem de Jill Serjeant)

Mais conteúdo sobre:
TV ER CLOONEY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.