Uma paródia aos blockbusters

Michel Gondry brinca com os principais arrasa-quarteirões feitos em Hollywood

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2009 | 01h54

O cinema de Michel Gondry não passa despercebido. Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças, por exemplo, oferece uma série de armadilhas para o espectador, pois a história não é contada linearmente. Já Rebobine, Por Favor (Europa), que chega agora em caixa com dois discos, também traz uma ideia original. Trata-se da história de Jerry (Jack Black), que fica carregado de eletricidade quando tenta sabotar uma casa de força. Acidentalmente, ele desmagnetiza todos os VHS da locadora onde o amigo Mike (Mos Def) trabalha. Para não perder os clientes, eles começam a fazer suas versões trash de blockbusters como De Volta para o Futuro, Robocop e O Rei Leão, utilizando caixas de pizza e lataria de carros como matéria-prima. Provocador, o cineasta faz uma paródia dos blockbusters de Hollywood.

Quando o filme foi lançado no Brasil, no final do ano passado, Michel Gondry veio a São Paulo, participar de um workshop e inaugurar uma exposição no Museu da Imagem e do Som que permitia ao visitante criar seus próprios curtas, a partir da metodologia do diretor. Um aperitivo pode ser conferido nos extras, que mostram Gondry em ação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.