Uma nova versão da história de Capote

Trata-se do filme Confidencial, que detalha o perigo da obsessão pela fama

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

10 Fevereiro 2008 | 00h51

A famosa história de como o escritor Truman Capote escreveu sua obra-prima, A Sangue Frio, inspirou um filme muito conhecido, Capote, notável pela interpretação de Philip Seymour Hoffman na caracterização do escritor, o que lhe valeu um Oscar em 2006. A trama, porém, ganhou uma outra e mais recente versão, Confidencial, lançado agora pela Alpha Filmes. Novamente, o interesse da história está na pesquisa feita pelo escritor sobre um brutal assassinato acontecido no interior dos Estados Unidos. Da obsessão, Capote partiu para a paixão, dado seu interesse em um dos criminosos. Dirigido por Douglas McGrath e baseado no livro de George Plimpton, Confidencial aprofunda a imersão do dândi na bastante rústica cultura do Kansas, onde o crime aconteceu. O papel de Capote agora é vivido por Toby Jones, e sua auxiliar, a escritora Peggy Lee, é interpretada por Sandra Bullock. Já o criminoso por quem o escritor se interessa é vivido pelo mais recente 007, Daniel Craig. A história se concentra na obsessão pela fama e o quanto de ilusório ela comporta. Interesse garantido, o que não se pode dizer dos extras, inexistentes nessa pobre versão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.