Divulgação
Divulgação

Uma ligação que pode mudar o seu dia

The Phone, novo programa da Band, coloca pessoas à caça de R$ 30 mil

Thaís Pinheiro - O Estado de S.Paulo,

12 Abril 2011 | 06h00

Se você ouvir um telefone tocando por aí, talvez seja uma boa pedida atendê-lo. Do outro lado da linha, surge a proposta para entrar em um jogo de ação com direito a recompensa de R$ 15 mil por participante.

Parece fácil? Nem tanto. Esse é o desafio proposto por The Phone - A Missão, reality show que estreia na Band nesta terça-feira, às 23h15, mas já inteiramente gravado. Com formato da Fremantle Media, o programa propõe a dois competidores - que não se conhecem - o desafio de sair correndo pela cidade seguindo pistas de um misterioso comandante via um, adivinhe?, telefone.

O ator Sérgio Albert é quem dá vida ao tal comandante do jogo, um homem rico e poderoso que tenta quebrar a rotina desafiando as pessoas por dinheiro. Para chegar ao prêmio, a dupla precisa passar por testes físicos e intelectuais. São cinco etapas a serem cumpridas em três horas.

Gravado em alta definição, The Phone usou alguns bairros da cidade de São Paulo como cenário para a competição, como Luz, Brás, Butantã, Vila Madalena e Pacaembu, entre outros. Dos 12 episódios que compõem esta primeira temporada - e que já estão finalizados - um foi todo gravado em Santos.

Pelo mundo. A ideia de colocar pessoas correndo atrás de uma mala de dinheiro surgiu na Holanda, em 2007. Em pouco tempo, The Phone chegou a outros países, como Rússia, Israel e África do Sul. Nos Estados Unidos, por exemplo, o programa começou a ser exibido em 2009 pela MTV, com produção executiva de Justin Timberlake.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.