Um grande Billy Wilder menor

É 'Cupido Não Tem Bandeira', desprezado pela crítica, mas repleto de grandes tiradas

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2008 | 22h15

Até mesmo os filmes menores de Billy Wilder são gigantes se comparados com a maioria da produção mundial. É o caso da comédia Cupido Não Tem Bandeira, lançado agora pela Fox. James Cagney vive um executivo da Coca-Cola em Berlim em plena guerra fria. Sua missão: levar a bebida mais famosa do mundo para Berlim Oriental, então controlada pelos comunistas.   A situação se agrava quando a filha de seu chefe se apaixona por um bolchevique, que odeia qualquer produto capitalista. Bem-humorado, com grandes tiradas e cenas curiosas de Berlim ainda antes do muro, o filme provoca muitas gargalhadas e tem um final sensacional.

Tudo o que sabemos sobre:
Billy Wilder

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.