TV brasileira começa a ter acesso à fina flor de documentários internacionais
Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

TV brasileira começa a ter acesso à fina flor de documentários internacionais

Cristina Padiglione, O Estado de S. Paulo

23 de junho de 2016 | 03h00

A equipe do canal Curta! e produtores brasileiros que estão em La Rochelle desde segunda-feira, participando do festival de documentários Sunny Side of The Doc, começaram a se utilizar dos ainda pouco explorados acordos internacionais de coprodução para TV firmados pela Ancine, com Alemanha e Canadá, além do acordo “Latino-Americano de coprodução”, com adesão da Espanha. Uma coprodução de dez episódios em dez países, por exemplo, com um episódio por país, dá ao coprodutor local os direitos de exibição da série completa em seu país, custeando só dois episódios (20%).
Em outro modelo de negócio, os acordos de coprodução com Alemanha, Canadá e Espanha permitem que espectadores brasileiros vejam, em primeira mão, documentários internacionais premium, com orçamento médio de R$ 4 milhões. Neste caso, a produtora brasileira torna-se sócia do projeto e participa de todos os royalties gerados pelos licenciamentos no mundo.
Na França, o Curta! assegurou a exibição de 1968, O Levante, de 3 milhões de Euros, proposta pela Alemanha – a Grifa, dos irmãos Fernando e Maurício Dias, é coprodutora brasileira. O Curta! também adquiriu Arpeggio, projeto espanhol que remonta a história de uma família italiana de luthiers e violinistas que emigrou para Barcelona e Araraquara (SP) no início do século 19. Entre as produções que chamaram a atenção na França, estão um documentário sobre o fotógrafo oficial dos Beatles, a biografia dos Irmãos Grimm, e 'Syria Calling', filme canadense sobre um coletor de provas de crimes de guerra na Síria de Bashar Al-Assad.

Com açúcar e afeto. Ticiana Villas Boas recebe Larissa Manoela, estrela da novela Cúmplices de Um Resgate, no Bake Off Brasil – Mão Na Massa. A pequena terá de provar, ao lado dos jurados do reality, os doces preparados pelos candidatos. Neste sábado, às 21h30, via SBT. 
Já que a GloboNews abriu mão do Sarau, espaço que faz falta à música brasileira, a proposta acaba de ganhar nova versão na internet.
saraudochicopinheiro.com.br já abriga conteúdo inédito, com depoimentos de Maria Bethânia, Zélia Duncan e Zeca Pagodinho, entre outros, gravados em um daqueles tradicionais encontros na casa do sambista.
E Regina Casé, que também promovia boas rodas de samba no Esquenta, baixa hoje no estúdio do Altas Horas com Serginho Groisman. No ar, sábado.
Vítima de um princípio de AVC, o autor Walther Negrão passa bem, mas ainda estica mais alguns dias no Hospital Albert Einstein, submetido à supervisão de pressão e afins.
17,1 milhões
de impressões no Twitter teve, na última semana, o ‘Masterchef Brasil’, líder inabalável na medição do Kantar Ibope sobre TV na rede, seguido por Faustão, com 8,7 milhões
“Tiveram o mais absoluto desprezo pelo meu trabalho lá dentro”.
Pedro Cardoso, SOBRE UM PROJETO SEU OFERECIDO À GLOBO, À RÁDIO JOVEM PAN

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.