REPRODUÇÃO
REPRODUÇÃO

TV paga sustenta que TV sob demanda é aliada

Cristina Padiglione, O Estado de S. Paulo

04 Julho 2016 | 03h00

Como a TV paga perdeu clientes, mas ganhou audiência, de janeiro para cá, executivos do setor sustentam que a TV sob demanda não canibaliza a TV linear e deve ser usada como aliada. O caso mais seguro para esta leitura é o de esportes, ramo em que os assinantes assistem ao gol ao vivo e sob demanda, quantas vezes lhes for possível. No ramo infantil, vale a mesma máxima. Na ABTA, feira da Associação Brasileira de TV por Assinatura, encerrada sexta-feira, em São Paulo, esse diagnóstico foi explicitado por Renata Policício, da área de pesquisas da ESPN, e por Fernando Magalhães, da América Móvil (Net e Claro), que endossou o potencial do NOW para atrair novos assinantes para o Telecine, por exemplo.

Ainda na tecla da TV paga, uma primeira informação sobre os números de assinantes em maio dá conta de que a queda de clientes se estancou. Para saber se isso significa de fato uma tendência, é preciso aguardar o saldo dos meses a seguir.
E o Gfk, novo instituto de medição de audiência no Brasil, avisa que poderá oferecer aos seus clientes – por enquanto  Record, SBT e RedeTV! –, os números de audiência dos canais pagos discriminadamente, em cada uma das 15 regiões onde o serviço é mensurado.
É um mapeamento capaz de interessar as TVs abertas que buscam conteúdo ou coprodução com os canais fechados.
Por exemplo: o SBT mostrou interesse no Corre e Costura, bom reality de Alexandre Herchcovitch, com produção da Conspiração, exibido pelo Fox Life. O programa pode  ganhar uma janela na TV aberta, na faixa das 18h do sábado.
A TV aberta também confia no vídeo sob demanda para arregimentar audiência. Em mais uma iniciativa de produzir aperitivos pela web, o Tamanho Família, de Márcio Garcia,  terá uma degustação aberta ao público pelo site Gshow e pelo Globo Play, a partir de sábado, véspera  da estreia.
20 minutos do programa com Fabiana Karla e Tom Cavalcante, e suas famílias, estarão disponíveis nas duas plataformas virtuais.
Álbum de família. Guilherme Weber e Cláudia Abreu posam para o retrato da família que embala a série Valentins no canal Gloob. A realização é da Zola, produtora da atriz, que assina a criação. As crianças são Duda Wendling, Rebecca Solter, Otávio Martins e Arthur Codeceira.
Andréa Nóbrega, a Senhora Carlos Alberto, e Bruno Chateaubriand estão entre os participantes do Ceará Fora da Casinha, novo programa de Wellington Muniz no  Multishow. Estreia já no dia 25, às 23h, de segunda a sexta.
Enquanto isso, Tatá Werneck tem trocado de set todos os sábados, quando faz uma pausa de sua Fedora Abdala, de Haja Coração, para o palco de O Estranho Show de Renatinho, outra série para o Multishow, agora com sua banda. 
11ª temporada
de ‘America’s Got Talent’ chega ao canal Sony amanhã, terça-feira, às 21h55, tendo Simon Cowell no júri. Criado em 2006, o reality reserva US$ 1 milhão ao vencedor
“É impressionante, não se consegue nada neste país sem suborno”
Raposo, PERSONAGEM DE DALTON VIGH EM ‘LIBERDADE LIBERDADE’, DENUNCIANDO A PRÁTICA DESDE OS IDOS DA INCONFIDÊNCIA MINEIRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.