Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
AP
AP

'Tonight Show' com Jimmy Fallon bate recordes de audiência

Após um mês no lugar de Jay Leno, ator e comediante lidera confortavelmente entre os talk-shows

AP

24 de março de 2014 | 21h27

Um mês após sua estreia no lugar de Jay Leno no Tonight Show, o ator e comediante Jimmy Fallon conseguiu surpreender as expectativas dos executivos da NBC. Na semana de sua estreia à frente do talk-show, durante as Olimpíadas de Sochi, ele superou recordes de audiência batidos pelo primeiro apresentador da história do programa, Johnny Carson. E, mesmo que os números tenham descido um pouco, ele está confortavelmente à frente de seus concorrentes.

Na semana de 10 a 14 de março, por exemplo, o Tonight Show teve uma média de 4,26 milhões de espectadores, contra 2,83 milhões de Jimmy Kimmel e 2,78 milhões de David Letterman - Jay Leno, até o começo deste ano, não havia ultrapassado a faixa de 4 milhões. "Como alguém que trabalha com isso há 36 anos, eu jamais me permitiria previsões tão otimistas", diz Ted Harbert, presidente da NBC. "Fallon conseguiu inverter a equação ao criar uma marca própria em meio a uma paisagem competitiva, que tem ainda nomes como Jon Stewart, Chelsea Handler e Arsênio Hall."

Fallon vai bem principalmente entre espectadores de 18 a 49 anos, público alvo do canal. Mas os números do programa na internet, segundo especialistas, também são auspiciosos. Um vídeo da entrevista do apresentador com o ator Will Smith, por exemplo, foi visto no YouTube 12,8 milhões de vezes - e isso significa que Fallon tem atingido um outro público, formado por adolescentes e jovens que não tem o hábito de sintonizar a TV em talk-shows, mas gostam de ver os melhores momentos na internet.

Tudo o que sabemos sobre:
Televisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.