Todo mundo vai amar odiá-la

Dirt chegará em 2008 para mostrar uma Courteney Cox bem diferente da Monica, de Friends. Na nova série, a atriz é a editora de uma revista de fofocas. Na vida real, ela sofre com as publicações deste gênero. Em entrevista, Courteney contou que foi alvo recente dos paparazzi e dos tablóides. "Fui acusada de ser uma mãe horrível." A atriz conta que estava no Havaí com o namorado e a filha e os paparazzi tiraram fotos da menina num caiaque sem colete salva-vidas. "Mas havia isso só de água", fala, mostrando apenas alguns centímetros. Em Dirt, Courteney encontrou um papel que em nada lembra a Monica, papel que viveu por 10 anos em Friends. "A Monica era uma personagem muito cheia de energia, compulsiva, obsessiva. Agora, com Lucy, interpreto uma mulher, de uma certa forma, muito mais centrada", comenta. " Ela é mais firme e menos sentimental e isso é algo divertido e desafiador para mim. É desafiador encontrar formas de torná-la a mulher que todos adoram odiar."Courteney acredita que as revistas de fofoca, de alguma forma, criam celebridades como Paris Hilton, Lindsay Lohan e Britney Spears. "Eles se alimentam um do outro. É um círculo vicioso." Quando questionada sobre o alvo mais sexy dos paparazzi, Courteney responde: "Paris e Britney." Mas depois muda de idéia. "Você perguntou o mais sexy? Ah, isso muda tudo", brinca a atriz com uma gargalhada. Depois de uma ajuda do ator Ian Hart, seu companheiro na série, ela concorda que o casal Brangelina - Brad Pitt e Angelina Jolie - vence nesse quesito. No último episódio do 1º ano de Dirt, Courteney Cox recebe a amiga Jennifer Aniston, a Rachel de Friends. Juntas, elas protagonizaram uma das cenas mais comentadas nos EUA: um beijo - sem língua. Está na net em http://tinyurl.com/ynwdwo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.