Globo/Sergio Zalis
Globo/Sergio Zalis

'Tamanho Família' estreia segunda temporada repetindo receita da anterior

Programa apresentado por Márcio Garcia volta à Globo neste domingo, 23, mantendo formato da primeira temporada

Pedro Rocha, Especial para o Estado

23 Abril 2017 | 03h00

Para quem gostou de passar as tardes de domingo com Márcio Garcia no programa Tamanho Família, da Globo, uma boa notícia: a segunda temporada estreia neste domingo, 23, e mantém o mesmo formato da primeira. 

Para os novos 11 episódios do programa, já gravados, a produção resolveu não se arriscar e preservou não só a mesma receita da primeira temporada, como também o cenário e algumas das brincadeiras que são feitas no palco. E que “receita de sucesso” é essa? Márcio Garcia responde em entrevista, ao Estado, por telefone. “É um programa despretensioso, em que a gente bate papo e brinca.”

O apresentador acredita que, apesar de não ter nenhuma mudança estética ou no formato, a atração tem novidades a cada episódio. “Cada programa é diferente do outro, porque sempre tem uma nova família, com um monte de gente, com muitas manias, histórias engraçadas e curiosidades.” 

Ao longo desses 11 episódios, Márcio Garcia vai receber uma série de novos convidados. No primeiro, já neste domingo, estarão por lá, com suas famílias, o cantor Luan Santana e a atriz Camila Queiroz. No palco, os dois vão repetir a apresentação do dueto Amor de Interior, feito originalmente num DVD do cantor gravado no ano passado.

 

Segundo o apresentador, não vão faltar momentos musicais nessa temporada. Fafá de Belém, César Menotti, Marília Mendonça, Wanessa Camargo, Daniel e Gaby Amarantos são alguns dos nomes que estarão no Tamanho Família. “Temos uma turma muito bacana, quase metade dos programas tem cantores, ficou uma temporada bem musical”, afirma. Além disso, cada programa vai contar, assim como no ano anterior, com o grupo Família Lima.

Uma das poucas mudanças do programa em 2017 são as brincadeiras que os convidados participam no palco, já que novas provas foram criadas. “Acho que as provas deste ano estão mais legais, envolvem mais a família e o trabalho conjunto”, acredita. Márcio diz que adora essa parte do programa e não escapa das brincadeiras. “Eu jogo todos, sempre testo as provas antes. Depois do programa, brinco também.”

Mas outro repeteco do ano anterior é o quadro em que as famílias homenageiam os convidados. Na primeira temporada, Márcio chamou a atenção nas redes sociais por se emocionar junto, mas agora ele brinca e afirma estar mais preparado. “Estou mais treinado para não chorar, alguém tem que sobrar para encerrar o programa.”

No final do primeiro ano, o apresentador chegou a ser homenageado por sua própria família. O momento, para ele, foi inesquecível e proporcionou reencontros. “Apareceu até a minha babá, a Helena, que eu não via há 30 anos. Recuperei o contato com ela.”

Na conversa com a reportagem, Márcio transparece estar bastante animado com a estreia e até fala, com cautela, sobre uma possível terceira temporada. “Vamos ver a resposta do público. Acho que, para a terceira, eu penso em mudar alguma coisa. Mas dá um pouco de pena de mexer. É um programa tão gostoso, que passa tão rápido.”

Para o apresentador, o sucesso do Tamanho em Família já é o suficiente para deixar a atuação de lado no momento. Longe das novelas desde Babilônia (2015), Márcio tem este ano apenas um filme para estrear, que, segundo ele, pode virar série na Globo. “Estou muito feliz com o programa, me divirto muito.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.