Fábio Rocha/Globo
Fábio Rocha/Globo

Taís Araujo encara mais uma protagonista em 'Cara e Coragem', próxima novela das sete

Atriz divide cena com o ator Paulo Lessa, que assume seu primeiro papel principal na televisão

Daniel Silveira, O Estado de S.Paulo

13 de maio de 2022 | 15h00

Quando a novela Cara e Coragem estrear no próximo dia 30, o Brasil vai começar a torcer pelo romance entre a empresária Clarice Gusmão e o instrutor de parkour Ítalo. Escrita por Claudia Souto (Pega-Pega), a nova aposta da Globo para a faixa das 19h traz Taís Araujo na pele da presidente de uma siderúrgica que namora com o atleta, que também é seu ex-segurança, interpretado por Paulo Lessa

Com Cara e Coragem, Taís celebra mais uma protagonista nesta faixa. “Tenho um carinho muito especial por esse horário, que me proporcionou as personagens que eu fiz que mais caíram no gosto do público”, conta, lembrando de Preta (Da Cor do Pecado), Helen (Cobras e Lagartos) e Penha (Cheias de Charme). E, se de um lado, tem uma veterana, do outro, tem Paulo interpretando seu primeiro protagonista. O ator já esteve no elenco de novelas da Globo e da Record.

Curiosamente, este não é o primeiro encontro dos dois na televisão. Paulo conta que chegou a fazer figuração em uma cena de Taís em Da Cor do Pecado e que usou esta informação para ajudar a quebrar o gelo durante o teste em que tinham que fazer uma cena romântica. “Não sabia como me aproximar, como é que você toca na Tais Araújo?”, brinca. Ele lembra que depois de falar isso e de dizer que a atriz era cliente de sua mãe no salão Afrodai (que fica no Rio de Janeiro), a atriz deu uma gargalhada. “A gente entrou numa outra sintonia, ajudou demais, aliás, ela me ajuda muito todos os dias”, complementa.

A parceria tem sido importante para os dois, que não têm medo de rasgar seda um para o outro. “O Paulo é um companheiro de cena sensacional, muito talentoso, o personagem dele não é fácil e ele faz com muita dignidade”, diz. “Sem contar que ele trouxe para a gente o frescor da felicidade de estar fazendo um personagem grande, da chance de estar nesse lugar, que deixou a gente muito emocionado”, completa.

Diversidade

Além da aposta no rosto menos conhecido de Paulo como protagonista, Cara e Coragem já começa aceitando o desafio de ter como um dos casais principais dois personagens negros. Casais afrocentrados são incomuns vivendo histórias centrais de romance na teledramaturgia

Além da própria Tais em Cobras e Lagartos (Helen e Foguinho, vivido por Lázaro Ramos), Lázaro e Camila Pitanga tiveram destaque em Lado a Lado. Taís e Lázaro também foram o casal protagonista na série Mister Brau. Algumas outras séries como Antônia e Sexo e as Negas também tinham casais formados por pessoas negras. 

Tais chama a nova novela das 19h de "case de sucesso", já que não apenas um dos casais centrais é afrocentrado, mas, pelo menos um núcleo importante tem personagens negros em destaque. “(Atores que fazem) minha mãe, irmão, pai, tem a Jeniffer Nascimento com um personagem enorme, esta é uma novela bem distribuída nesse sentido, acho que ela está no caminho que a gente gostaria que fosse de todas as novelas”, diz Taís. 

Paulo complementa a ideia de Taís, dizendo o quanto personagens assim são importantes. “Nessa novela, a gente tem uma uma representatividade muito forte, eu não tive um Ítalo na minha infância e adolescência”, diz. “A gente sabe que as novelas têm uma influência na vida das pessoas, chegam com uma força na casa das pessoas muito grande, constroem esse imaginário popular. Então acho que ser esse cara agora é muito importante. E eu acho que Cara e Coragem vem também para quebrar alguns esteriótipos, porque esses personagens negros estão no centro da trama”, reflete.

Além dos dois, o elenco conta com Ícaro Silva, encarando o vilão Leonardo, irmão de Clarice, Claudia Di Moura, como Martha Gusmão, Serjão Loroza, como Vini, o namorado de Martha e Jeniffer Nascimento, que interpreta Jéssica.

Coragem como mote

Como o próprio nome sugere, a novela vai trazer o tema da coragem como mote. Na trama, que mistura comédia, romance e muita ação, Clarice contrata dois dublês profissionais, Pat e Moa, vividos por Paolla Oliveira e Marcelo Serrado, para encontrarem uma fórmula secreta à base de magnésio, que pode ser adotada tanto na medicina avançada para salvar vidas quanto na indústria bélica para beneficiar a produção de armas. Os dois, acostumados a correrem riscos em cena, enfrentarão perigos reais para conseguir cumprir a tarefa para a qual foram contratados, em troca, é claro, de um bom pagamento.

Mas coragem também pode ser necessária para assumir um grande amor, como no caso de Clarice, que mantém uma relação com alguém de uma realidade tão diferente da dela. Ou mesmo do casal Pat e Moa, que têm uma paixão velada e recíproca, apesar de nenhum dos dois admitir. 

Cara e Coragem promete também ser uma novela com muitas surpresas. Além de lidar com a empresa, seu relacionamento e um irmão que quer roubá-la, Clarice vai encarar o surgimento de uma sósia, a massoterapeuta Anita (também vivida por Taís Araújo), que tem um jeito mais popular e despachado que o seu. A aparição dela pode ser a chave para decifrar inúmeras questões.

E antes que digam que essa história já foi vista, Taís adianta: "Elas não são irmãs, não são parentes. Elas têm inclusive uma diferença grande de idade. Elas são apenas duas pessoas muito parecidas". Mas confessa que alguns segredos da novela não foram revelados pela autora Claudia Souto. “Tem muitas coisas que eu também não sei”, conta. E para descobrir, só tem um jeito: acompanhando a trama.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.