Suspeitos do 2º escalão mobilizam leitores

Na contramão de pelo menos seis senadores da República, os leitores desta coluna, quando são convidados a se manifestar, não fogem à luta. Ao dividir aqui a dúvida sobre qual personagem secundário teria matado a pérfida Taís Grimaldi (e, assim, conquistado um lugarzinho ao sol de Paraíso Tropical), recebi respostas bem criativas. Como a idéia era exatamente estimular a criatividade, ficam desde já o agradecimento e os parabéns.A campeã de indicações a uma vaga no xilindró é Tatiana (Lidi Lisboa), que começou a novela como namorada de Ivan (Bruno Gagliasso). Perdeu o namorado, vive sendo humilhada por Marion e ? segundo o leitor Edgard ? circula por vários núcleos da novela, sempre com cara de sonsa. Os leitores Tilintin e a filha da Cláudia também apostam na morena.Já o (a) leitor (a) Gemalot tira da manga o bonachão Belisário (Hugo Carvana), durango, viciado em jogo, fã de um bom uísque e recentemente pacificado com o filho Antenor (Tony Ramos). Belisário buscava desde o primeiro capítulo uma chance de fazer as pazes com o rebento. Se ajudasse Antenor a se livrar de Taís, quem sabe o caminho não estaria liberado? Se as gêmeas tivessem sido interpretadas por Cláudia Abreu, como era o projeto original de Gilberto Braga, o crime teria sabor de vingança ? em Celebridade (2004), também de Braga, Claudia matava Hugo.Há quem viaje na maionese. Na lista de suspeitos de Oswaldo, o primeiro lugar vai para Cláudio (Jonathan Haagensen), por duas opções: numa, o rapaz teria um caso com Marion (Vera Holtz) e, para protegê-la, mataria Taís. Na outra, o caso seria com Ivan e o motivo do crime, ciúme. Pouco provável. Até agora, os únicos gays na Copacabana da novela são os hospitaleiros Rodrigo (Carlos Casagrande) e Sérgio (Tiago). E nada indica que a esnobe Marion tenha queda por subalternos epidermicamente diferentes dela.Já Márcio acredita que a assassina de Taís é a loira rica, mimada ? e, ainda esta semana, órfã ? Alice (Guilhermina Guinle). A noiva de Olavo Novaes (Wagner Moura) já mostrou que é capaz de atirar em quem fica no seu caminho. Ciumenta, pode ter descoberto que Olavo seduziu uma das gêmeas e perdeu as estribeiras. É uma boa tese, hein?e-mail: mvianinha@hotmail.com

Mário Viana, O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2007 | 17h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.