Stephen Colbert visita 'Late Show', sua nova casa na TV

Stephen Colbert apareceu no programa de entrevistas de David Letterman, o "Late Show", da CBS, na terça-feira, para vislumbrar o trabalho que vai assumir em 2015.

Reuters

23 de abril de 2014 | 11h26

"Ele só parou para assinar o contrato", disse Letterman sobre seu sucessor, durante a apresentação do programa. O anfitrião brincou: "Você parece estar em casa", quando Colbert se sentou.

Saudando os 20 anos de sucesso de Letterman no programa, Colbert disse: "Eu vou fazer seja lá o que você tenha feito", a que Letterman respondeu: "Ah, não, não, não, você não deveria fazer isso."

A troca de elogios continuou com uma foto "selfie" dos dois, usando o telefone de Colbert.

Mas depois de dizer a Letterman: "Obviamente, estou muito feliz de estar substituindo por você", Colbert contou incidentes passados com o veterano anfitrião, incluindo uma possibilidade de estágio em 1986, que ele recusou: "Porque você não paga as pessoas."

Preocupado em ter de ficar em casa muito tempo depois que seu programa atual terminar, Colbert perguntou: "Quando você vai embora? Eu não sei, eu deveria ter perguntado", mas Letterman apenas riu.

Conversando sobre férias em família, Colbert disse que tinha problemas para relaxar.

"Eu não sei por que você faz comédia, mas não é porque está tudo bem aqui em cima, para mim", disse ele, apontando para a cabeça. "Não é uma coisa normal de fazer com sua vida. É mais perigoso do que o bungee jumping."

"Mas eu não tenho uma constituição para o alcoolismo, e então eu tenho que contar piadas o tempo todo ou eu fico meio louco", acrescentou.

Colbert, de 49 anos, é uma das estrelas do canal a cabo Comedy Central, com o programa "The Colbert Report".

Detalhes do formato do "Late Show" com Colbert ou se ele permanecerá em Nova York não foram anunciados. Ele assinou um contrato de cinco anos com a CBS.

(Reportagem de Chris Michaud)

Tudo o que sabemos sobre:
TVLATESHOWCOLBERT*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.