Silvio Santos sugere mais amor e menos revolução à novela do SBT

26 Abril 2011 | 06h00

Silvio Santos aproveitou a presença de Bruna Carvalho, atriz-mirim da novela Amor e Revolução em seu programa, anteontem, para sugerir que a trama deveria ter mais amor e menos revolução. Disse que o Exército é hoje muito admirado pela população e disse à pequena Maísa, também presente no programa, que se ela vivesse no comunismo, teria de dividir seu apartamento com mais 20 pessoas.

Procurado pela coluna, o autor entende que Silvio apenas manifestou sua opinião, mas garante que ele tem sido exemplar como patrão. Tiago disse ainda que as cenas de tortura perderão espaço, mas por ciência e decisão sua. Eis o que ele diz:

"Não sofri pressão alguma. Tenho desenvolvido o trabalho com inteira liberdade no SBT. Acredito que o Silvio manifestou a opinião dele, livremente, contra o comunismo, porém como patrão, tem permanecido exemplarmente isento, com zero interferência. E eu o admiro por ter permitido que fizéssemos a novela no SBT."

"A ideia de enxugar as cenas de tortura existe e partiu de mim, sem que houvesse qualquer pressão sobre isso, além de comentários gerais de que a novela estava muito violenta."

"Os números do Ibope (5 pontos) não condizem com a ampla repercussão da novela. Uma das razões possíveis para o número baixo pode ser a violência. Se for isso, vamos subir. Em breve, teremos a entrada de uma dezena de personagens jovens, com muito mais cenas de amor e leveza. Isso já estava de qualquer forma previsto, a partir do capítulo 24, e não tem nada a ver com o comentário do Silvio."

Quase famosa

Lília Cabral volta à tela hoje à noite para mais um episódio de seu Divã em versão de seriado, na Globo. Agora Mercedes se encanta com o mundinho das celebridades ao conhecer Dora (Gisele Fróes), exemplar da espécie, de quem vira amiga de infância - até descobrir que a moça está namorando seu filho Bruno (Duda Nagle).

10

pontos de média alcançou o Pânico na TV (21h às 23h40), anteontem, ficando em 3º lugar no Ibope. Batendo o Ponto, que começou às 23h05, somou 13

Lillian Witte Fibe foi sondada pela Record News para integrar o novo time em escalação para a reforma do canal.

Nirlando Beirão também recebeu proposta da Record News para se juntar ao time de comentaristas almejados para o novo telejornal de Heródoto Barbeiro.

Enquanto isso, Ricardo Kotscho está prestes a assinar acordo com a mesma Record News. O time de novas aquisições do canal inclui ainda os médicos Davi Uip e Adib Jatene.

O Discovery Kids grava na Argentina a segunda safra de Esconderijo Secreto, série de esquetes estrelada por crianças brasileiras - os atores Guilherme Seta, Gustavo Daneluz e Manoela Ferreira.

A Globo faz 46 anos hoje aproveitando tudo o que o ano eleitoral lhe privou no ano passado, quando o número 45 coincidia com PSDB.

O aniversário merecerá concurso cultural no Twitter, com a questão: "Por que eu quero receber 46 autógrafos no aniversário de 46 anos da Rede Globo?". Hashtag #Globo46. Valendo 46 autógrafos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.