Silvio Santos ressuscita 'Aqui Agora'

SBT busca âncora para trazer o pai dos policialescos de volta à TV

Keila Jimenez, O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2008 | 00h05

Imagens tremidas, repórteres que choram de emoção com seus entrevistados, notícias ao estilo "espreme, sai sangue". Silvio Santos quer desenterrar o Aqui Agora. Sucesso nos anos 90, o noticiário pode retornar à emissora repaginado, mas sem perder o tom popularesco.Plano antigo de SS, a volta do Aqui Agora começou a ganhar força no final do ano passado e início deste ano. Pilotos (programa teste) com César Filho, Analice Nicolau e Afanasio Jazadi no comando da atração foram gravados. Mas Silvio não gostou do resultado. Queria mesmo é Datena na bancada, no melhor estilo Cidade Alerta. Ficou na vontade. Enrolado com multas contratuais, Datena ainda permanece na Band.Marcelo Rezende, da Rede TV!, chegou a ser cotado para a vaga, assim como Faccioli, da Record. Mas nada ainda foi fechado. Silvio segue em busca de um âncora que tope qualquer parada. Porque essa era a cara do Aqui Agora.No ar de 1991 a 1997, o noticiário teve entre os seus comentaristas Jacinto Figueira Júnior e ninguém mais que o locutor do caos, Gil Gomes. Inovou bastante, como quando apostou no uso do gerador de caracteres ao exibir manchetes escandalosas sobrepostas às imagens. No YouTube é possível ver o melhor do noticiário, que beirava o circense. Do homem da previsão do tempo ao comentarista de economia - cargo ocupado por Maguila - tudo fugia propositalmente do padrão Globo de qualidade. Entre as pérolas do Aqui Agora na web há uma reportagem com Angélica, com alguns quilos a mais e um vídeo do então repórter Celso Russomanno defendendo os direitos de um consumidor bastante irritado. A chamada da matéria: "Faltou empada na festa." Mas além das piadas e dos picos de audiência, o Aqui Agora colecionou também processos. Exibiu muitos tiroteios, perseguições policiais, mas passou da conta mesmo quando colocou no ar um suicídio, ao vivo. A inovação deu lugar ao abuso. Aos poucos deixou de ser "sensacional" para se tornar "sensacionalista", no pior sentido da palavra. Caminho curto rumo ao fim . Colaboradores do caosFelisberto Duarte (Feliz)Nunca a previsão do tempo foi tão divertida. Feliz encenava o clima do dia: "piririm, pororom"MaguilaO noticiário era tão "ousado" que colocou o ex-boxeador Maguila como comentarista econômicoCésar TralliHoje estrela Global, César Tralli correu atrás de muito bandido nos seus tempos de Aqui Agora Celso RussomannoComeçou como repórter de defesa do consumidor. Bordão: "Estando bom para ambas as partes..."Cristina RochaAlém de apresentadora, a loira também foi comentarista dos mais variados assuntos

Tudo o que sabemos sobre:
Aqui AgoraSilvio Santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.