Instagram / @silviaabravanel
Instagram / @silviaabravanel

Silvio Santos: quem são e o que fazem as filhas do apresentador

Dono do SBT comemora seu aniversário de 90 anos de idade em 2020; conheça mais sobre Cíntia, Silvia, Daniela, Patrícia, Rebeca e Renata, as herdeiras da família Abravanel

André Carlos Zorzi, O Estado de S.Paulo

11 de dezembro de 2020 | 09h00

Silvio Santos, que completa 90 anos de idade neste sábado, 12, tem seis filhas que, em sua maioria, trabalham no próprio SBTCíntia (56 anos de idade), Silvia (49), Daniela (44), Patrícia (43), Rebeca (39) e Renata (35). Cinco usam o sobrenome do pai, Abravanel. A exceção é Daniela Beyruti.

Confira abaixo um pouco mais sobre cada uma das futuras herdeiras do apresentador. As quatro mais jovens são fruto de seu relacionamento com sua mulher Íris Abravanel, enquanto as duas primeiras são filhas de sua primeira esposa, Maria Aparecida Vieira Abravanel, a Cidinha.

Cintia Abravanel

'Filha número 1', Cintia Abravanel nasceu em 1963, fruto do relacionamento de Silvio Santos com Maria Aparecida, a Cidinha, sua primeira esposa, que morreu após um câncer, em 1977.

Em entrevista dada à revista Istoé Gente há alguns anos, Cintia comentou sobre a mãe e sua irmã, Silvia: "O público só ficou sabendo de nossa existência quando ela morreu."

O próprio Silvio Santos já chegou a abordar o tema da 'omissão' de sua família em seu programa no passado.

"Quando me lembro da minha mulher que morreu... Que eu dizia que era solteiro, que escondi as minhas filhas para poder ser o galã, o herói... Quando falo com minha consciência, acho que é uma das coisas imperdoáveis que eu fiz diante da minha imaturidade. Cida morreu e hoje eu vejo as besteiras que eu fiz", disse o apresentador.

A primogênita trabalha como diretora de teatro, e já chegou a presidir o Centro Cultural do Grupo Silvio Santos. 

Ela também é conhecida por ser mãe de um dos netos mais famosos do apresentador, o ator Tiago Abravanel. Ela também é mãe de Ligia e Vivian, frutos de seu relacionamento com seu ex-marido, Paulo Gomes. 

"Passei muito tempo perdida, tentando ser o que as pessoas achavam que deveria ser a filha de Silvio Santos. Mas nunca estava à altura dessas expectativas. Falo alto e não ligo para me vestir bem, e, aqui, no teatro, se precisar, coloco a mão na massa, varro o chão", analisava, à mesma publicação.

Silvia Abravanel

Em certa ocasião, a 'filha número 2' de Silvio Santos relatou que trabalha no SBT desde que tinha 16 anos de idade: "Passou do portão para dentro, sou funcionária".

Adotada por Silvio e sua primeira esposa, Cidinha, quando tinha apenas três dias de vida, em 1971. “Isso nunca me trouxe problema, sempre tive orgulho de ter sido adotiva. Pra mim, eu fui um presente pro meu pai, um presente do coração”, conta, sobre o fato.

Em 2003, Silvia teve uma breve passagem pela emissora online AllTV, onde apresentou o programa Sobretudo. Em janeiro de 2004, estreou no SBT, à frente do Casos da Vida Real e, em seguida, no Programa Cor de Rosa.

Sem muito sucesso em seu começo como apresentadora, passou algum tempo afastada das telas. Em 2015, passou a apresentar programas infantis como o Sábado Animado e o Bom Dia e Cia., em que ficou conhecida.

Em fevereiro de 2020, a filha de Silvio Santos chamou atenção e foi criticada após dar uma bronca ao vivo em funcionários de sua equipe (clique aqui para relembrar o momento). À época, especulou-se um pedido de demissão por parte de Silvia, que não se concretizou.

 

Silvia Abravanel é mãe de duas filhas, Amanda e Luana. No passado, foi casada com Murilo Abbas. Outro ex-companheiro, Kleiton Pedroso, já chegou a ser preso por não pagar pensão alimentícia no passado.

Daniela Beyruti

Nascida em 1976, a 'filha número 3' de Silvio Santos trabalha no SBT, onde já ocupou posições como diretora-geral e diretora artística. Atrás das câmeras, foi responsável por programas como o Ídolos.

Casada com Marcelo Beiruty, Daniela é mãe de três filhos, Gabriel (nascido em 2012), Manuela (2013) e Lucas (2017).

Eventualmente, faz participações em alguns dos programas do pai no SBT, inclusive ao lado de suas irmãs.

Em entrevista ao Estadão, em 2011, Daniela Beyruti respondeu se imaginaria o SBT sem Silvio Santos: "Eu não fico pensando nisso. Minha forma de viver a vida é pensando no hoje. Vamos fazer planos no SBT? Vamos. Mas ficar pensando no ruim, sofrer por antecipação, isso não."

Formada em comunicação em uma universidade da Flórida, nos Estados Unidos, também falava sobre a experiência: "Adorei ter estudado lá porque lá eu não era filha de ninguém. Foi uma oportunidade para eu me analisar".

Patrícia Abravanel

Nascida em 1977, Patrícia Abravanel fez sua estreia como apresentadora no Festival SBT 30 Anos, em 2011. Frequentemente, faz participações no elenco fixo de quadros do programa de seu pai, aos domingos.

A 'filha número 4' de Silvio Santos também já esteve à frente de programas como Cante se Puder, Roda a Roda, Máquina da Fama e Topa ou Não Topa

A primeira vez em que Patrícia Abravanel foi alvo da atenção nacional foi em 2001, quando foi vítima de um sequestro que teve grande repercussão midiática e deve virar filme em breve.

Quando jovem, chegou a ser expulsa da escola no segundo colegial, e morou na Suíça durante quatro meses num intercâmbio. Chegou a fazer faculdade de administração em Londres e publicidade na FAAP, mas não concluiu. Se formou apenas anos depois, quando morou nos Estados Unidos.

Patrícia Abravanel é casada com Fábio Faria, atual Ministro das Comunicações do governo Jair Bolsonaro (Sem partido). A apresentadora também é mãe de Pedro (nascido em 2014), Jane (2018) e Senor (2019).

Em entrevista à revista Trip em 2015, Patrícia comentou, sobre o pai: "Não tenho a menor pretensão de ser como ele. Até porque, seria impossível. Não existe receita para ser Silvio Santos, ele tem um brilho especial. Sou só um pouquinho dele na televisão".

Rebeca Abravanel

A 'filha número 5' de Silvio Santos tem o mesmo nome de sua avó, a mãe de Silvio Santos, Rebeca Abravanel. Atualmente, está à frente do Roda a Roda Jequiti.

Ela fez sua estreia como apresentadora em 2016, à frente do game show Caldeirão da Sorte, que dava prêmios a consultores e clientes da Jequiti, empresa na qual era diretora, à época.

Em junho de 2019, Rebeca Abravanel chamou atenção por seu casamento com o jogador de futebol Alexandre Pato. Antes, já havia sido casada duas vezes. Entre 2004 e 2011 com Leonardo Cid Ferreira e em 2016 com Guilherme Mussi.

Renata Abravanel

A caçula de Silvio Santos (nasceu em 1985 e se formou em administração de empresas pela Liberty University, nos Estados Unidos, em 2007. 

Apesar de não aparecer com frequência em frente às câmeras, a 'filha número 6' chegou a atuar como coordenadora do departamento de novas mídias do SBT entre 2008 e 2010, e hoje trabalha no Grupo Silvio Santos. 

Em entrevista à Contigo, em 2014, Renata Abravanel falou sobre a sucessão de Silvio Santos no SBT e nas empresas da família.

"Ele é meu mentor. Gosto de observar como meu pai conduz reuniões, sua visão e o jeito como ele trata as pessoas. Eu duvido que vá se aposentar em breve, mas não posso falar mais que isso", disse.

Em seguida, concluiu: "É óbvio que estamos trabalhando na sucessão, toda função importante tem de ter um plano B. Porém, Silvio Santos é insubstituível

Renata Abravanel é casada com Caio Curado desde 2015 e mãe de Nina, nascida em 2017, e Daniel, em 2019.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.