Netflix
Netflix

Séries de fantasia e medicina chegam ao streaming e à TV paga

‘O Cristal Encantado’ e ‘Carnival Row’ estão entre estreias; ‘The Good Doctor’ chega ao Sony Channel

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de agosto de 2019 | 12h39

Dois lançamentos marcam o universo das séries nesta sexta, 30: O Cristal Encantado: A Era da Resistência, da Netflix, e Carnival Row, da Amazon Prime. Já The Good Doctor estreia na segunda, 2, no Sony Channel. 

Prequela do filme O Cristal Encantado (1982), do criador dos muppets Jim Henson, a série O Cristal Encantado: A Era da Resistência retoma um universo fantástico. Gravada apenas com fantoches, a produção acompanha Rian, Brea e Deet, três jovens da gentil raça gelfling que descobrem um terrível segredo por trás do poder dos Skeksis, humanóides monstruosos que governam (e exploram) a terra de Thra.

A direção fica por conta do francês Louis Leterrier (O Incrível Hulk). No elenco, estão Mark Hamill (Star Wars), Natalie Dormer (Game of Thrones) e Helena Bonham Carter (Clube da Luta).

O Cristal Encantado foi o trabalho mais inovador de Jim Henson, a tecnologia de fantoches mais inventiva jamais feita”, afirmou o diretor em entrevista concedida ao Estado. “É um filme sério de fantoches, que quebrou barreiras do storytelling”. 

O diretor afirma ter aproveitado cada ideia e desenho desenvolvidos para o filme original. “Mas também pensei o que eu, Louis, podia adicionar à história”.

Com Orlando Bloom e Cara Delevingne, Carnival Row é uma grande aposta da Amazon Prime. A série, ambientada em um mundo vitoriano paralelo, utiliza a fantasia para abordar temas como imigração e empatia. Na história, várias criaturas exóticas e mitológicas sofrem sob o jugo humano, que conquistou seus mundos e os proibiu de viver, amar e voar livremente. 

Surge um amor complexo que desafia as convenções, entre o detetive humano Rycroft Philostrate (Bloom), que investiga uma série de crimes, e uma fada refugiada chamada Vignette Stonemoss (Delevingne), que mantém um segredo. “Nunca tinha visto nada assim. É um mundo nunca visto, com personagens diferentes de tudo. Mas nesse componente a história é incrivelmente real”, afirmou o ator Orlando Bloom à agência Efe em coletiva de imprensa realizada em Berlim.

Fenômeno de audiência, a série The Good Doctor chega ao Sonny Channel na segunda-feira, 2, com episódio duplo, transmitido a partir das 21 horas. Inspirada em série homônima sul-coreana, The Good Doctor conta a história de um médico raro: Shaun Murphy (Freddie Highmore), portador de autismo e síndrome de savant.

Em entrevista ao Estado, Highmore afirmou que The Good Doctor é um refresco para o público, em uma época em que ‘muitas séries focam na ‘negatividade’. “O que eu mais gosto em Shaun é que ele é um personagem esperançoso, feliz, alegre. O otimismo dele é refrescante”, afirmou. “De certa forma, ele fala sobre todo mundo que já se sentiu diferente de alguma forma e tem a chance de se provar. É uma série sobre o potencial humano”. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.