Divulgação
Divulgação

Série ‘Heroes’ renasce depois de cinco anos

‘Heroes Reborn’ mostra a vida de pessoas com poderes especiais depois do programa original

Pedro Antunes, O Estado de S.Paulo

23 Outubro 2015 | 04h00

Foi uma despedida melancólica. A audiência – que havia chegado a 17 milhões de televisores ligados na estreia da segunda temporada, em 2007 – despencou até decepcionantes 4 milhões. A “série do momento” da temporada 2006-2007 caiu pelo precipício, assim como outros seriados promissores. Heroes foi engolida pelo próprio sucesso e, diante de tamanha expectativa, sofreu com uma greve de roteiristas. Perdeu terreno.

Volta agora, cinco anos depois, renascida e sob novo título: Heroes Reborn. A estreia no Brasil ocorre nesta sexta-feira, 23, no canal por assinatura TNT, às 23h, com a exibição de um episódio duplo e sem intervalo comercial. Tim Kring, criador do Heroes original, está por trás do projeto como produtor executivo e legitima a nova aventura televisiva.

Jack Coleman, intérprete de Noah Bennett, uma das figuras centrais do seriado, é um dos integrantes do elenco original a voltar nessa minissérie de 13 episódios (veja, ao lado, a lista dos atores do elenco original que retornam agora). Ele foi o primeiro a aceitar o convite para essa nova experiência, aliás. “(Nós, atores) descobrirmos que a série retornaria como todos vocês, quando anúncios foram espalhados pela cidade dizendo que Heroes voltaria”, ele conta, em entrevista por telefone com jornalistas de toda a América Latina. “Nenhum de nós sabia do que a série trataria.”

Na cronologia do seriado, Heroes Reborn se passa cinco anos depois do fim da quarta e última temporada do programa original. Os heróis, ou ‘heroes’, como essas pessoas com poderes especiais são conhecidas ali, já não são uma surpresa para a humanidade. Na verdade, numa trama já gasta e experimentada pelos X-Men nos quadrinhos e no cinema, aqueles com superpoderes são temidos, segregados e caçados.

“Recebi uma ligação da produção da série”, explica Coleman. “E me disseram: ‘Queremos você de volta’. Ouvi a ideia do novo programa e fiquei fascinado com a ideia de voltar à ação e a colocar aquele par de óculos do personagem.” Bennett era um personagem dúbio da série original, que caçava aqueles com poderes, ao mesmo tempo que protegia a filha, a cheerleader Claire (Hayden Panettiere).

Desta vez, não espere pelo tema “salve a cheerleader, salve o mundo”, que acabou se tornando hit da internet e entre fãs antes da chegada definitiva das redes sociais na vida cotidiana – imagine a quantidade de memes que surgiriam de lá? O seriado, contudo, já estreou nos Estados Unidos, pela mesma emissora que a original, a NBC, mas não chegou à audiência de outrora. Atingiu 6 milhões de televisores na estreia. E, na semana passada, foi visto por 4 milhões.

É bom lembrar que o entretenimento era outro em 2006, quando Heroes estreou. Heróis não estavam por todos os lados e havia fórmulas ainda inexploradas. Nada como 2015, quando os superpoderosos estão em cada esquina. “Fomos a primeira série a fazer isso. Elevamos o nível”, analisa Coleman. “Queremos voltar a contar a história dessas pessoas.”

 

QUEM VOLTA PARA 'HEROES REBORN'?

Angela Petrelli

Cristine Rose volta como vilã. 

Hiro Nakamura

Masi Oka interpreta o querido herói que manipula o tempo. 

Matt Parkman

Greg Grunberg é policial telepata.

Noah Bennett 

Jack Coleman tem papel central.

Mohinder Suresh

Especialista em genética, vivido por Sendhil Ramamurthy, segue os passos do pai dele.

Micah Sanders

Noah Gray-Cabey cresceu e seu personagem já é adolescente.

Haitiano

Personagem de Jimmy Jean Louis ainda é enigmático.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.