Serial killer superstar

Na segunda temporada de Dexter, crimes do psicopata são aprovados pela população de Miami

Gustavo Miller, O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2008 | 22h51

Não é por acaso que Dexter Morgan é conhecido como o "serial killer favorito dos Estados Unidos". Os fãs brasileiros do seriado protagonizado por Michael C. Hall terão essa certeza ao acompanharem a segunda temporada de Dexter, que no dia 9 de outubro estréia no Brasil.Se no final da primeira temporada foi revelado quem era o Ice Truck Killer ("o assassino do caminhão de gelo"), o psicopata concorrente de Dexter, neste segundo ano o especialista forense em análise sanguínea da delegacia de Miami não terá adversários a sua altura. O açougueiroAgora, vemos que Dexter terá de aprender a controlar o seu desejo por sangue. São dois os motivos. Primeiro, a vigilância cada vez mais obsessiva do sargento James Doakes (Erik King), que não tira da cabeça a relação de Dexter com o Ice Truck Killer. Dessa forma, o serial killer nunca se encontrará tranqüilo para executar suas vítimas de acordo com as leis de seu pai, "o código de Harry".Para piorar, logo no primeiro episódio alguns caçadores de tesouro irão encontrar no fundo do mar "o cemitério de Dexter": o local que ele despeja a galera, em pedacinhos, dentro de sacos plásticos.Conforme vão tirando os corpos do oceano, a polícia descobre que todos os mortos têm um ponto em comum: são assassinos ou pessoas com passagem pela cadeia. Quando essa ligação cai na mídia, o novo serial killer de Miami se transforma em um justiceiro de criminosos, um anti-herói. Até uma história em quadrinhos será criada em "homenagem" ao psicopata - conhecido agora por Bay Harbour Butcher ("o açougueiro de Bay Harbour").Daí já viu a confusão armada. Como um agente infiltrado na delegacia de Miami, Dexter estará sempre a par das investigações que levam até ele, fazendo de tudo para despistar os policiais.Como está sempre um passo atrás de Dexter, o FBI intervém na investigação e escala o seu melhor agente especial para desvendar a identidade do assassino em série.Já pelo lado pessoal, as coisas também não estarão lá muito bem. Paul, o ex-marido de Rita (Julia Benz), sai da prisão e deseja ter o seu "posto" de volta. Mais: Dexter irá encontrar uma pessoa que realmente o aceita como é. O que em seu eterno mundo de mentiras é um alívio.Com 12 episódios ao todo, a segunda temporada de Dexter é adrenalina pura. Antes de exibir o seu segundo ano, o canal FX mostra na quinta-feira, a partir das 22h, os dois últimos episódios da primeira temporada.Hoje, nos EUA, vai ao ar o começo da terceira temporada. Mas os fãs do "serial killer favorito da América" já tiveram um gostinho do que vem pela frente.Como? O primeiro episódio do terceiro ano vazou um mês antes de estrear. Dá para encontrá-lo na web até com legendas (amadoras, lógico) em português.

Mais conteúdo sobre:
Dexter

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.