HBO
HBO

Sem 'Game of Thrones', HBO aposta em 'Westworld' e série com Amy Adams para 2018

Para o ano que vem, finalmente o canal pago deve ofertar seu serviço de streaming para clientes sem TV por assinatura

Pedro Rocha, ESPECIAL PARA O ESTADO

01 de novembro de 2017 | 15h00

A HBO convocou jornalistas nesta quarta-feira, 1º, para apresentar as principais estreias de 2018 do canal na América Latina. Gustavo Grossman, VP corporativo da HBO na região, foi o responsável pela apresentação, que priorizou as produções originais.

Sem querer dar um posicionamento oficial, Grossman afirmou que "pode-se inferir", que, de fato, a oitava e última temporada da série Game of Thrones, como já estava sendo especulado, deve estrear apenas em 2019, já que as gravações ainda nem começaram. Segundo o executivo, a HBO planeja definir quais dos cinco projetos derivados de GoT já confirmados se tornarão, oficialmente, séries, após o término da original. Só depois, deverá ser anunciado quando irá estrear a temporada final. 

+ Filmagens da última temporada de 'Game of Thrones' devem avançar por 2018

Com isso, duas produções se tornam as principais apostas para o ano que vem. Westworld, a principal delas, ainda está terminando as filmagens da segunda temporada. De acordo com Grossman, ainda não há posicionamento oficial sobre a data de estreia em 2018. O executivo desconversou quando questionado se chegaria ainda no primeiro semestre. 

A outra grande aposta do ano será Sharp Objects, série estrelada por Amy Adams e baseada no livro homônimo de Gillian Flynn, autora de Garota Exemplar. "Vai ser a nossa Big Little Lies de 2018", cravou Grossman, citando a minissérie estrelada por Nicole Kidman e Reese Whiterspoon, que ganhou oito prêmios do Emmy 2017, incluindo de melhor diretor em série limitada para Jean-Marc Vallée, que também dirige Sharp Objects. Apesar do sucesso e das inúmeras petições online, ainda não há uma previsão para se Big Little Lies pode, ainda, ganhar uma segunda temporada. Em 2018, pelo menos, é certeza que não. 

Para 2018, a HBO já confirmou os retornos de Divorce, Sillicon Valley, Ballers, Crashing, Insecure, The Deuce, e ainda da última temporada de Veep. Na programação latina, O Negócio e Sr. Ávila chegam à quarta e última temporada cada, enquanto Magnífica 70 ganha um terceiro ano. 

Além de Sharp Objects, outras novidades nos conteúdos originais são as séries Here, Now, drama familiar com Tim Robbins e Holly Hunter, a comédia Barry, produzida e estrelada pelo humorista Bill Hader (Saturday Night Live), e o drama político Succession, com Will Ferrell e Adam McKay como produtores executivos. 

Streaming e investimentos em tecnologia

Promessa antiga do canal pago, o serviço de streaming HBO GO deve, em 2018, finalmente chegar para consumidores que não assinam TV a cabo, a versão "stand alone", como é conhecida no mercado. Ao falar sobre o assunto, porém, mais uma vez Gustavo Grossman se recusou a falar em datas. "Estamos perto, muito em breve", se limitou a comentar. 

Durante a exibição da sétima temporada de Game of Thrones, entre os meses de julho e agosto, usuários da HBO GO relataram problemas com o aplicativo, que não aguentou a sobrecarga de audiência, ficando fora do ar por horas a cada novo episódio da série. "Estamos permanentemente monitorando e fazendo investimentos para um acesso totalmente garantido", afirmou. 

Outros investimentos da HBO em tecnologia são, também, para enfrentar outro problema grave, a ação de hackers, que se intensificou durante a exibição de Game of Thrones este ano - episódios, roteiros, documentos e dados de séries foram vazados, mais de 1.5TB. "Esperamos que os investimentos deem os resultados que esperamos", comentou Grossman. Questionado se os vazamentos teriam, na verdade, aumentado a popularidade de sua série, o executivo rebateu. "Uma marca como a nossa está sempre dependente de o seu produto ser visto legalmente e da melhor maneira possível."

Tudo o que sabemos sobre:
HBO [canal de televisão]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.