Sem 'CQC', Dan Stulbach atua em série dramatizada da História do Brasil
Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Sem 'CQC', Dan Stulbach atua em série dramatizada da História do Brasil

Com o anúncio de que o CQC sairá do ar em 2016, para voltar em 2017, seu âncora, Dan Stulbach, marca para abril uma volta ao expediente pela emissora, em novo projeto. O ator comandará o História Não Escrita, ao lado da historiadora Lilia Schwarcz. Autora do livro Brasil – Uma Biografia (Cia. das Letras), ela será a curadora do programa, a convite de Dan. A ideia é que os dois narrem episódios pouco conhecidos da História do Brasil, do Império para cá, com apoio de computação gráfica e dramaturgia. O formato manda que a dupla “passeie” pela história, enquanto vai contando tudo ao espectador. O próprio Dan interpretará alguns personagens, interagindo com Lilia e outros atores.A Band pretende exibir pelo menos seis episódios do programa, que já foi feito no Chile e na Argentina. Aqui, o formato é assinado pela Eyeworks, a mesma produtora responsável pelo CQC, em parceria com a brasileira Cinegroup. E já tem aval da Ancine para captar, com ajuda de incentivos fiscais, o valor de R$ 4,67 milhões. Quanto ao CQC, o diretor de Conteúdo da Band, Diego Guebel, um dos criadores do formato, assegura que ele estará de volta em 2017. A equipe deve buscar uma dose de reciclagem maior que aquela encontrada apenas durante os recessos de fim de ano. A temporada que se encerra este ano foi a de menor audiência de toda a trajetória do programa no Brasil, que já soma oito anos no País. Ao final de 2015, a sigla terá acumulado 339 edições aqui. O destino de Marco Luque e Rafael Cortez, assim como dos repórteres da atração, é incerto. 

Cristina Padiglione , O Estado de S. Paulo

10 de dezembro de 2015 | 03h00

Olho no lance. Silvio Luiz se permite enfrentar os brinquedos do Hopi Hari, a convite de Fernando Navarro, para a estreia do quadro Radicartista no Super Extremo, da RedeTV! Entre uma montanha e um elevador, o locutor vai narrando episódios de sua história. Sábado, às 16h30.
A dupla Victor & Leo ocupará uma única vaga no júri do The Voice Brasil Kids. Assim, na hora de escolher os candidatos para quem apertar o botão vermelho, ambos terão de estar de acordo sobre a decisão, já que as cadeiras dos dois estão atreladas e viram ao mesmo tempo.
O ‘The Voice Brasil Kids’ estreia dia 3 de janeiro, domingo, na Globo.
Marília Pêra provoca mudanças na grade do Canal Brasil, que exibe dois filmes da atriz nesta sexta. A partir das 18h45, tem Tieta do Agreste, de 1996, e às 22h, tem Pixote – A Lei do Mais Fraco, de 1980.
E uma torcida pede que o Viva reprise sua Juliana, a peste da criada de O Primo Basílio, de 1988, magistralmente vivida por Marília.
8,4 milhões de pessoas já foram alcançadas pela 12ª temporada de ‘The X Factor’, pelo  Sony –  domingo,  o canal exibe as últimas cenas dos finalistas e a grande final, ao vivo, às 18h
“Sempre pensei: ‘se eu tiver que parar de comer para ser modelo, paro é de ser modelo!’”
Camila Queiroz, A ANGEL DE ‘VERDADES SECRETAS’, À REVISTA ‘BOA FORMA’ DO MÊS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.