Seinfeld volta à TV com programa sobre casamento

O ator e comediante Jerry Seinfeld prepara sua volta à TV dos EUA com um programa sobre o casamento, que segundo ele é bobo e inexplicável, mas deve fazer as pessoas rirem.

REUTERS

11 de janeiro de 2010 | 09h36

"Não há como possamos aqui hoje explicar a vocês exatamente o que é o programa", disse o ator, casado, a jornalistas no domingo.

"Toda a nossa intenção é tentar fazer vocês rirem", acrescentou Seinfeld, astro de uma bem sucedida série cômica "sobre o nada" que levava seu nome na década de 1990.

De acordo com ele, "The Marriage Ref" será uma combinação de reality show, jogo e comédia, sem nenhum grande prêmio para os casais concorrentes.

A NBC leva ao ar uma prévia do programa em 28 de fevereiro, e começa a exibi-lo regularmente nas noites de domingo a partir de 14 de março.

Seinfeld, 55 anos, fez pouca TV desde o fim de "Seinfeld". Em "The Marriage Ref", ele será o produto e aparecerá na tela como um consultor-celebridade.

Os atores Alec Baldwin, Tina Fey, Eva Longoria e Larry David também devem fazer participações - não brigando com seus cônjuges, mas ajudando a decidir qual membro do casal "ganhou" uma discussão gravada nos próprios lares.

O comediante Tom Papa será o "marriage ref" - "árbitro do casamento" - ao qual caberá a decisão final.

Numa das brigas já gravadas, um marido enfurece a esposa ao estacionar a moto na sala; em outra, um casal discute sobre a conveniência de empalhar o cachorro da família, que morreu.

De acordo com ele, porém, a terapia conjugal definitivamente não é parte do formato, porque "especialistas são úteis, e essa não é a nossa - este é um programa de humor".

Seinfeld disse que se inspirou nas suas experiências com a esposa, Jessica, e em amigos. "Após dez anos de casamento, descobri que o potencial cômico deste assunto é bastante rico."

(Reportagem de Jill Serjeant)

Tudo o que sabemos sobre:
TVSEINFELDPROGRAMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.