Schlöndorff, diretor de totens literários

Acaba de chegar às lojas o primeiro filme do diretor alemão, O Jovem Törless, de 1966

Antonio Gonçalves Filho, O Estado de S.Paulo

03 Fevereiro 2008 | 00h10

Grande nome do cinema alemão, o diretor Volker Schlöndorff é mais conhecido por ter adaptado a obra-prima de Günther Grass, O Tambor (disponível em vídeo pelo selo Spectra Nova, que lançou também A Morte do Caixeiro Viajante). A Continental acaba de colocar no mercado seu primeiro filme, O Jovem Törless, realizado em 1966 e premiado em Cannes. O filme, sobre um adolescente que sofre o diabo num internato do império austro-húngaro, antecipa a temática dos filmes seguintes de Schlöndorff, o destino dos outsiders. É dele também a adaptação de Um Amor de Swann, um dos sete volumes do clássico de Proust, Em Busca do Tempo Perdido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.