Joel Ryan/Invision/AP
Joel Ryan/Invision/AP

Robin Wright fala pela primeira vez sobre Kevin Spacey: 'Nunca socializei com ele'

'Nunca faltou com o respeito comigo. Essa é a minha experiência pessoal. É a única coisa que tenho o direito de dizer'

EFE

09 Julho 2018 | 11h50

A atriz Robin Wright falou nesta segunda-feira, 9, pela primeira vez publicamente sobre Kevin Spacey, seu companheiro na série House of Cards, em entrevista ao programa Today, da emissora NBC, na qual afirmou que nunca socializou com ele e que o ator nunca lhe "faltou com respeito".

"Kevin e eu nos conhecíamos entre ação e o corte, e nos intervalos, quando brincávamos (...) Não conhecia o homem", disse.

"Realmente éramos companheiros de trabalho, nunca socializei com ele", acrescentou.

Wright não tinha se pronunciado até agora sobre seu companheiro de série, mas destacou que, com ela, Spacey sempre foi "respeitoso e profissional". "Nunca faltou com o respeito comigo. Essa é a minha experiência pessoal. É a única coisa que tenho o direito de dizer", afirmou.

A atriz também ressaltou que assim que foram reveladas as acusações contra Spacey, toda equipe da série ficou surpresa.

Ao ser questionada sobre se falou com o ator depois das acusações, disse que não sabia nem como localizá-lo.

Em outubro de 2017, o ator Anthony Rapp acusou Spacey de ter abusado dele quando tinha apenas 14 anos.

Spacey reagiu dizendo que não se lembrava, se desculpou pelo comportamento inadequado com Rapp e anunciou que era homossexual, uma declaração que gerou muitas críticas, que aumentaram quando foram revelados mais casos de abuso envolvendo o ator.

As acusações fizeram com que a plataforma Netlfix, produtora de House of Cards, suspendesse a rodagem da série e demitisse o ator, que durante cinco temporadas interpretou Francis Underwood, que começou sendo congressista para acabar como presidente dos Estados Unidos.

Robin Wright interpreta sua mulher e, após o término da quinta temporada como sucessora de seu marido na Presidência dos Estados Unidos, se transformou na protagonista única da sexta entrega da série.

Sobre a demissão do ator por parte da Netflix, Wright afirmou que não saberia como responder a um caso assim.

"Naquele momento o choque foi tão intenso em todo país, por muitas razões, muitas histórias, muita gente, acredito que todo mundo pensava que o mais respeitoso era esperar um pouco".

A atriz se referia ao fato de o Netflix primeiro decidir suspender a série e depois demitir Spacey.

Além disso, a Netflix decidiu retomar a rodagem da sexta temporada, que será a última. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.