AP
AP

Revista analisa se 'Peppa Pig' pode prejudicar classe médica

Desenho já foi acusado em outras ocasiões por personagens que não usavam cinto de segurança ou capacete na bicicleta

AFP

12 Dezembro 2017 | 14h51

O desenho infantil Peppa Pig poderia ser acusado de criar expectativas pouco realistas de atendimento médico por culpa de um de seus personagens, indica a revista British Journal of Medicine.

A doutora Catherine Bell examinou, na revista, se o Dr. Urso Marrom do desenho seria responsável por levar as pessoas a procurar os médicos por problemas menores.

"O Dr. Urso Marrom... parece fornecer aos seus pacientes um excelente serviço - acesso rápido e direto ao telefone, continuidade de atendimento, horas extras e um baixo limite para visitas a domicílio", escreveu a doutora Catherine Bell, que tem um filho e é médica em Sheffield (norte da Inglaterra).

"Mas essa representação de um clínico geral poderia contribuir para expectativas não realistas de atendimento?" questiona.

A BMJ tradicionalmente publica artigos pseudo-científicos, em tom de piada, em seu especial de Natal.

A revista cita como exemplo uma cena em que a porquinha tem uma erupção cutânea e o urso médico a visita em casa.

Bell alega que o personagem poderia encorajar as pessoas a esperar visitas em casa por pequenos problemas, aparentemente receita antibióticos em um momento de crescente resistência aos antibióticos e que sua carga de trabalho o faz demonstrar sinais de "esgotamento".

"Eu levanto a hipótese de a exposição a Peppa Pig e a sua representação da prática geral da medicina aumenta as expectativas dos pacientes e encoraja o uso inadequado do atendimento primário", indicou Bell.

O desenho britânico para crianças em idade pré-escolar é exibido em mais de 180 países e está concentrado na jovem Peppa e sua família (o irmão George, Mamãe Pig, Papai Pig), assim como em seus vários amigos.

O desenho já foi acusado em outras ocasiões por personagens que não usavam cinto de segurança ou capacete na bicicleta.

 

Mais conteúdo sobre:
Peppa Pig Computação Gráfica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.