Divulgação
Divulgação

Record abre neste domingo a porteira da Fazenda

Atração submete 14 famosos à vida rústica e dribla semelhanças com o Big Brother Brasil

Alline Dauroiz, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2009 | 00h12

No lugar de brothers, entram peões. Em vez do líder, quem dita regras é o fazendeiro. E, agora, o confinamento se restringe a área de 150 mil m2. No reality show A Fazenda, que estreia neste domingo, dia 31, às 20h30, na Record, a ordem é dissociar ao máximo a atração do Big Brother da Globo.

Ainda que o prêmio final também seja R$ 1 milhão e que cada rodada de eliminação seja disputada entre três candidatos, o diretor Rodrigo Carelli (o mesmo da Casa dos Artistas, no SBT) corrige: "Não é paredão, é 'tá na roça'"; "Quem sai não é eliminado, 'põe o pé na estrada'".

Cercada de mistério, A Fazenda é um formato sueco vendido para mais de 40 países. Em uma casa no estilo country, 14 famosos vivem rusticamente - com fogão a lenha e sem eletrodomésticos - e devem cuidar da horta e dos bichos. "A fazenda (em Itu, SP), tem horizonte. É diferente de tudo o que já foi visto na TV daqui", assegura Carelli.

Na casa sede, a ação se passa nos quartos, na grande sala de estar e jantar, na cozinha e em uma sala de banho, com banheira e chuveiros antigos de cobre. "Nem sempre haverá água quente", avisa o diretor. Além da varanda, na parte externa ficam a piscina, a academia, o mirante, uma cabana de palafitas, as baias dos bichos, o pasto e um campo de provas.

Não há TV na sala. Britto Jr., o apresentador, falará com os peões por alto-falantes. É no campo de provas que os participantes terão contato, pessoalmente, com o jornalista. "Lá vai acontecer o desafio da semana. Serão provas com muita ação, que não necessariamente envolvem as atividades da fazenda", explica Britto. Quem perder já "tá na roça". Esse e outros dois candidatos, escolhidos pela casa, disputarão o voto do público. "E não vai ter confessionário, para ficar em cima do muro. O voto é aberto", diz o jornalista.

Diferentemente de Pedro Bial, Britto garante que não fará citações ou poesia. E, contrariando as chamadas que estão no ar, Britto nega que adotará a moda Chico Bento. "Minha roupa será muito mais de fazendeiro que de peão (risos)."

Ao vivo, a princípio, aos domingos, terças e quintas-feiras, o programa terá pílulas diárias editadas. O diretor garante que no decorrer das 11 semanas do reality, um canal pay-per-view estará disponível.

No Hoje em Dia e Programa da Tarde, Chris Couto entrevistará familiares dos peões e espectadores, no quadro Soltando os Bichos. "Será como o De Olho no BBB", lembra Carelli, num deslize do discurso que o distancia do show da Globo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.