HBO
HBO

Recheada de ironia e situações absurdas, ‘Sally4Ever’ tem o amor como tema

A série britânica 'Sally4Ever' acaba de estrear no canal pago HBO Plus

Pedro Rocha, Especial para O Estado de S. Paulo

24 Novembro 2018 | 06h00

O humor britânico de TV é bem peculiar, sempre bem recheado de ironia e situações das mais absurdas e estapafúrdias. São elementos presentes em variadas produções, de Mr. Bean a The Office. A atriz e roteirista londrina Julia Davis não fugiu deles para preparar sua nova série, Sally4Ever, que acaba de estrear no canal pago HBO Plus, no Brasil.

Numa conferência com jornalistas da América Latina, e presença do Estado, Davis definiu o que é o humor britânico. “Fazemos uma comédia desconfortável”, explicou. “Temos personagens mais amáveis. Acho que o humor britânico se distancia do americano por causa do tipo de subúrbio que nós temos.”

Em Sally4Ever, a personagem-título, Sally, vivida por Catherine Shepherd, está num relacionamento fracassado e decide apostar num romance com Emma (Julia Davis), antes de ingressar num casamento com seu noivo, David (Alex Macqueen). “Sally se vê presa e precisa escapar”, resume Davis.

A série foi inspirada num curta-metragem feito pela própria autora da série, e já com Catherine no papel principal. “Acho engraçado situações que são quase extremas, não previsíveis”, diz Davis, em referência a Sally. “Gosto de explorar cenários de uma forma perigosa.”

O que a autora quis dizer com isso é que, por vezes, a história beira o politicamente incorreto, ao brincar com situações polêmicas, como doenças e sexualidade. Ela diz, no entanto, que não se preocupa em extrapolar os limites quando está escrevendo. “Quando você está filmando, no set, é que descobre se aquilo é engraçado ou se você foi longe demais.”

Para Davis, é estranho estar no set como, ao mesmo tempo, autora e atriz. “Foi desafiador”, ela confessa. “Quando estava em filmagem, era difícil pensar apenas como uma única atriz e não pensar na atuação dos outros e se a cena estava funcionando.”

A comediante, no entanto, elogia o elenco da série, que contou também com participações especiais, como Sean Bean, o Ned Stark de Game of Thrones. “Ficamos muito felizes, somos todos grandes fãs de Thrones”, ela diz. “Não sabíamos se Sean ia topar participar, mas ele foi muito modesto e fez um trabalho muito bom, ele é ótimo com improvisações.”

Davis diz que gosta de explorar, em seus trabalhos, diversos tipos de personalidades. As situações são inspiradas não apenas no que ela própria viveu como histórias de pessoas ao seu redor. “Durante a minha vida conheci pessoas como esses personagens”, afirma. Para ela, sua maior semelhança com Emma é o narcisismo.

Segundo Julia Davis, apesar de ter uma série de confusões, Sally4Ever é, no fundo, sobre amor. E todos têm uma história sobre amor. “Todos queremos amor, uma conexão, para nos sentirmos menos sozinhos no mundo”, ela acredita. Este é, de acordo com a autora, o grande diferencial da série. “Claro que você pode assistir a um ótimo drama sobre amor, mas é um assunto importante e você pode explorar isso na comédia.”

Outro ponto importante para Davis na série é a luta de Sally, como mulher, por sua independência. “A história empodera Sally, no sentido que ela encontra o que quer para a sua vida e encontra uma voz”, declara a autora. “Acho que é também empoderador para as mulheres, já que as personagens femininas na série são muito fortes e interessantes.”

Numa era de movimentos como o #MeToo e o Time’s Up, que discutem o papel da mulher no mercado de maneira geral, mas principalmente no ramo do entretenimento, Davis acredita ser importante contar histórias assim. “Acho que as coisas estão mudando de uma forma positiva.”

A história empodera Sally no sentido de ela encontrar o que ela quer na vida, encontrar uma voz, escapar de suas limitações. “Acho que é empoderador para as mulheres porque há muitas mulheres na série que vivem personagens muito fortes e interessantes. Acho que é libertador, de alguma forma.”

Julia Davis se diz sortuda por ser uma mulher com uma carreira bem estabelecida na TV britânica. Já são numerosos trabalhos como atriz e roteirista. Uma de suas criações mais recentes, sua série Camping, de 2016, acaba de ser adaptada pela própria HBO nos EUA. A nova versão, estrelada por Jennifer Garner, está sendo exibida no momento, inclusive no Brasil. Davis elogia o trabalho da atriz Juliette Lewis na produção e diz ter aprovado a versão americana. “É bem diferente da original, mas gostei.”

Atualmente, a HBO Plus exibe Sally4Ever na madrugada de segunda para terças-feiras, à 0h15. Já Camping é exibida pelo canal HBO aos domingos, às 23h.

Mais conteúdo sobre:
televisãosérie e seriado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.