Reality show mostra visão árabe da vida nos EUA

Um novo tipo de reality show chegouà TV dos Estados Unidos nesta semana, prometendo mostrar comoamericanos e árabes podem superar suas diferenças culturais. "On the Road in America" acompanha a travessia dos EUAfeita por quatro árabes na casa dos 20 anos. E, embora as imagens de jovens pondo o pé na estrada possater um toque libertário à moda da MTV, boa parte do programagira em torno de discussões sobre história americana, osvínculos dos EUA com Israel e as diferenças entre culturasárabes. O seriado foi ao ar no canal a cabo Sundance e tem o apoioda Layalina Productions, um grupo sem fins lucrativos deWashington que quer usar a televisão para fomentar oentendimento entre os dois mundos. Quando foi exibido pelo Middle East Broadcasting Center, em2007, o seriado atraiu 4,5 milhões de espectadores de paísescomo Arábia Saudita, Iraque, Kuait e Argélia para cada um deseus episódios. O egípcio Ali Amr, um dos membros do elenco, disse que "Onthe Road" ofereceu ao mundo árabe um vislumbre da diversidadedos 300 milhões de habitantes dos EUA, algo que é imensamentediferente do que vêem em seus países. "Eles acham que os americanos são mimados. Que gastam seudinheiro por nada. Que são gordos", disse ele. "Depois de minhaexperiência, viajando por diferentes partes do país, percebique as pessoas são diferentes." Mas o que os americanos vão achar de um programa sobre oque os árabes acham dos americanos? Amr espera que os americanos vejam um grupo de jovensárabes que não são potenciais terroristas -- sentimento queaparece em quase todos os 12 episódios, incluindo um em que sãoimpedidos de entrar na Sears Tower, em Chicago, devido a suasnacionalidades: egípcia, saudita e libanesa. O elenco de três homens e uma mulher foi selecionado entremais de 400 candidatos. No segmento final, os participantes e a equipe técnicaamericana vão às casas dos membros do elenco, em Beirute, Cairoe Dubai, onde o saudita hoje vive. Lara Abou Saifan, a mulher do grupo, deixou Beirute em 2006para iniciar a viagem de 60 dias de "On the Road" no momento emque Israel invadiu seu país. Quando o seriado começa, ela está preocupada com suafamília e seus amigos. Ao final do seriado, ela volta para casae vê os estragos causados pela guerra, mostrando desde a janelado apartamento de sua mãe os escombros que restaram do jardimonde ela brincava quando era criança. Aquele momento levou às lágrimas um dos produtoresamericanos do seriado, que é judeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.