Reality show de dança dos EUA terá casal e jurado gays

O popular reality show "So You Think You Can Dance" fez as pazes com a comunidade gay norte-americana colocando um casal homossexual latino na competição de dança de salão e escolhendo um jurado abertamente gay.

JILL SERJEANT, REUTERS

17 de setembro de 2009 | 18h18

O produtor e jurado Nigel Lythgoe causou furor em maio quando disse a um casal gay achar que seu samba provavelmente iria "afastar" muitos de seus 5 milhões de espectadores.

Mais tarde Lythgoe escreveu no Twitter que não é fã de "'Brokeback' Ballroom", aludindo ao filme de 2007 "Brokeback Mountain", que mostra uma relação entre dois homens. Sua mensagem levou a uma ação da Aliança de Gays e Lésbicas Contra Difamação (GLAAD, na sigla em inglês) e um encontro com Lythgoe e executivos da rede de tevê Fox, além de um pedido de desculpas.

O programa vencedor de um prêmio Emmy, atualmente em sua sexta temporada, utiliza um formato parecido ao do reality show de cantores "American Idol", em que um corpo de jurado e o público escolhem o vencedor.

O casal Jason e Willem De Vries disse estar determinado a mostrar aos jurados e aos EUA que "existe um mundo de dançarinos do mesmo sexo".

Lythgoe, que iniciou sua carreira de dançarino na Grã-Bretanha, disse ao par: "Obrigado por me mostrar que a dança de salão de uma dupla do mesmo sexo pode ser muito forte e muito boa."

A inclusão do casal se segue à indicação no início desta semana do jurado Adam Shankman, um coreógrafo abertamente gay e diretor do filme "Hairspray" de 2007.

Jarrett Barrios, presidente da GLAAD, disse nesta quinta-feira que o tratamento de Jason e de Vries no programa e a inclusão de Shankman "dá aos Estados Unidos um exemplo corajoso de como tratar os gays com o mesmo respeito que qualquer outra pessoa."

Tudo o que sabemos sobre:
TVDANCAGAYS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.