Ayrton Vignolla/ AE
Ayrton Vignolla/ AE

Rafinha não pode ser processado por injúria contra o bebê de Wanessa

Para juíza, filho da cantora e do empresário Marcus Buaiz não tem consciência para entender a ofensa

estadão.com.br,

04 de novembro de 2011 | 14h32

SÃO PAULO - O bebê que Wanessa Camargo e seu marido Marcus Buaiz esperam não poderá ser coautor do processo criminal contra Rafinha Bastos. A determinação foi emitida pela juíza Juliana Guelfi, da 14ª Vara Criminal do Forum da Barra Funda, em São Paulo, no último dia 28.

 

De acordo com o documento, o bebê não pode processar alguém por crime de injúria, porque não tem consciência da ofensa feita por Rafinha Bastos. A juíza encaminhou o caso para o juizado criminal comum, segundo ela porque "o crime de injúria é uma ofensa à honra subjetiva, de modo que a pessoa deve ter consciência da dignidade ou decoro".

 

Ainda de acordo com a determinação, o Ministério Público sugere que haja tentativa de conciliação entre as duas partes.

 

Wanessa Camargo e Marcus Buaiz vão recorrer da decisão da juíza, pedindo que o bebê seja mantido no processo.

 

Rafinha Bastos tem até o dia 6 de novembro para apresentar sua defesa, segundo o Jornal da Tarde. Ele está sendo processado e acusado de crime de injúria pelo casal, após piada proferida durante o programa CQC e 19 de setembro. À declaração do apresentador Marcelo Tas sobre como Wanessa estava "uma gracinha" grávida, Rafinha rebateu: "eu comeria ela e o bebê".

 

O humorista foi suspenso do programa e ironizou por diversas vezes, por meio de vídeos, fotos e comentários no Twitter a sua situação. Ele chegou a pedir demissão da Rede Bandeirantes, que por telefone afirmou que o caso ainda está sendo avaliado internamente.

 

Em nota em seu blog pessoal, Wanessa declarou que está "apenas defendendo a honra" do seu bebê.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Wanessamarcus BuaizRafinha Bastos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.