Marcos D'Paula/AE
Marcos D'Paula/AE

Quem tem boca vai à India

Daniel Marques faria só uma cena em 'Caminho das Índias', mas pediu - e ganhou - papel fixo

Patrícia Villalba, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2009 | 00h03

É sabido que para ser contratado numa empresa, o estagiário deve se mostrar interessado, intrépido, aplicado. Vale também para estagiário de novela, prova a trajetória do ator Daniel Marques.

Depois de passar um ano percorrendo emissoras em busca de uma chance em qualquer novela que fosse, ele conseguiu um passe para uma pequena participação em Caminho das Índias. Em apenas uma cena, seria um dos estagiários da clínica psiquiátrica do Dr. Castanho (Stênio Garcia), no capítulo 16. "Dei sorte, porque tinha um crachá no jaleco, escrito Marcelo. O Stênio viu, e me chamou de Marcelo em cena", conta Daniel.

Animado com a oportunidade, Daniel quis agradecer à autora, Glória Perez. Sem qualquer contato, postou um comentário no blog dela, no estilo fofo-sincero. "Gostaria muito que você continuasse com esse estagiário, pois depende de você escrever para que eu possa continuar", desabafou ele que, antes, havia feito uma ponta na série Alice, da HBO, também vivendo um estagiário.

Glória não chegou a responder, mas publicou o comentário no blog, o que causou certa comoção entre os frequentadores mais assíduos. E a participação do estagiário Marcelo cresceu, a ponto de o ator ganhar falas e assinar contrato com a Globo. "É incrível, porque as pessoas se solidarizaram e comecei a receber mensagens de apoio no meu blog (http://www.danielmarquesator.blogspot.com)", conta ele, que já foi DJ e antes de entrar na novela trabalhava como vendedor. "Quando vi as chamadas da novela, com Lima Duarte, Tony Ramos, Stênio Garcia, nossa, nem imaginava que estaria lá."

Agora, ele pode ser visto nas cenas em que o Dr. Castanho dá aulas poéticas sobre psiquiatria. "Sou meio 'ouvido' do Stênio. Ele não poderia, por exemplo, falar aquelas coisas para a Aída (Totia Meirelles), porque ela já é psiquiatra. Mas ele pode ensinar o Marcelo e, assim, ensina o público", observa.

No blog do ator chamam a atenção os posts sobre psiquiatria - coisa de quem está fazendo a lição de casa. "Como entrei no elenco com a novela andando, perdi os workshops e as visitas às clínicas psiquiátricas. Por isso, estudei por conta", explica. "É que você demora tanto tempo a ter uma chance, passa por tanta dificuldade que, quando consegue, tem de agarrar mesmo, se dedicar."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.