Quem faz rir no Globo de Ouro

Ai que saudades do David Duchovny! Enquanto a Warner não exibe a 2ª temporadade Californication, tenho de me contentar em ver Hank Moody nas premiações. Quer dizer, não o Hank Moody, mas o ator. Ou será que o ator incorporou o escritor canastrão? Dizem por aí que Duchovny se internou por vício em sexo... Vai saber? Não vou esconder minha preferência por Duchovny na disputa do Globo de Ouro, mas gosto tanto de Tony Shalhoub, que não ficaria nada triste se o Monk ganhasse. Mas, como nunca venço essas bolsas de apostas em comédias, é mais fácil rolar prêmio para Alec Baldwin (30 Rock), Steve Carell (The Office) ou Kevin Connolly (Entourage). Não que eles não tenham graça, mas tenho um afeto por Hank e Monk...Entre as mulheres, a dúvida é maior. Tina Fey (30 Rock) deve ganhar, como sempre, mas não me faz rir. Já Christina Applegate, a Samantha Who?, é hilária desde a loira burra de Married with Children. E a Ugly Betty? Como não torcer por America Ferrera, a feia adorável? Digo, mais uma vez: quero ser amiga da Betty! Debra Messing pode não viver seu melhor momento em Starter Wife, uma vez que nada supera Will&Grace, mas ela diverte. Mary-Louise Parker arrasa em Weeds com as caras de "ai, estou fazendo algo muito ilegal" e "ah, relaxa, só estou sustentando minha família". Kiefer Sutherland está na lista, gente! Concorre a melhor ator em filme ou minissérie, mas não vai ser fácil para Jack Bauer bater os adversários: Paul Giamatti e Tom Wilkinson por John Adams, Ralph Fiennes por Bernard e Doris e Kevin Spacey por Recontagem. Missão impossível para Bauer?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.