Jason Redmond/Reuters
Jason Redmond/Reuters

Que tal uma retrospectiva dos momentos mais marcantes de 'Keeping up with the Kardashians'?

Houve lágrimas, chiliques e muita intimidade ao longo das 20 temporadas do programa

Leanne Italie, AP

15 de junho de 2021 | 20h00

NOVA YORK - Está quase na hora de todos aqueles famosos Kardashians saírem do ar e procurarem novos projetos, já que a 20ª temporada de seu reality show está chegando ao fim.

Mas antes de isso acontecer, aqui vai uma retrospectiva das lágrimas, dos chiliques e dos momentos íntimos que levaram Keeping Up with the Kardashians a alcançar o estrelato.

HOMENS E CASAMENTOS

Com cinco irmãs e um irmão, junto com o drama entre Kris e Caitlyn, todas essas temporadas nos levaram a conhecer muitos homens, uma ou duas mulheres e uma incontável quantidade de amores complicados. Tudo começou antes mesmo da estreia do reality. Como se percebe nas referências do primeiro episódio ao vídeo de sexo caseiro de Kim com Ray J, que promoveu o programa e a megacarreira de todos.

Antes disso, houve o primeiro marido de Kim, o produtor musical Damon Thomas, seguido por um casamento de 72 dias com o jogador de basquete Kris Humphries, e uma terceira subida ao altar, dessa vez, com Kanye West. Todos esses três relacionamentos acabaram em divórcio.

O processo de divórcio entre Kim e Humphries se arrastou por mais tempo do que o casamento deles; o que ameaçou deixá-la legalmente ligada a Humphries mesmo prestes a dar à luz a sua primeira filha, com West. Mas isso não aconteceu. North West nasceu dois meses depois de o divórcio da mãe ser finalizado em 2013.

E tudo isso aconteceu apenas com uma das irmãs!

Também há o relacionamento com idas e vindas e três filhos de Kourtney com Scott Disick, que faz sua primeira aparição no reino das Kardashians no primeiro episódio do reality.

Os dois nunca se casaram oficialmente, em meio aos escândalos de abuso de álcool e drogas dele, mas compartilham o cuidado de seus filhos e ele é um personagem e tanto no programa. Disick chegou a se tornar um dos favoritos de parte do público, já que a família K o adotou como um dos seus.

Já Khloé se casou com o jogador de basquete Lamar Odom em 2009 e pediu o divórcio em 2013, mas desistiu do divórcio depois que Odom sofreu uma overdose de drogas e ficou em coma por vários dias. Ele foi encontrado caído no chão de um bordel de Nevada. O divórcio foi finalizado no final de 2016.

Khloé nunca se casou com o pai de seu filho - outro jogador de basquete, Tristan Thompson. Ele a traiu enquanto ela estava grávida - e uma outra vez com a melhor amiga da meia-irmã dela (Kylie Jenner), Jordyn Woods. Mas Khloé e Tristan se dão muito bem atualmente e compartilham os cuidados da filha de 3 anos, True; chegando até mesmo a passar a quarentena juntos durante a pandemia.

Você está conseguindo acompanhar?

Não podemos esquecer do relacionamento de Kylie com o rapper Travis Scott. Eles nunca se casaram, mas também têm um filho juntos. E também houve o romance de Kylie com Tyga, que, por coincidência, tem um filho com Blac Chyna, que, por acaso, tem um filho com o irmão Kardashian, Rob.

Sua cabeça já está explodindo?

Blac e Rob também tiveram uma crise, o que o levou a postar pornografia de vingança no Instagram e resultou na expulsão dele da plataforma.

A madrasta de parte das Kardashian, Caitlyn Jenner, é um caso à parte e continuou a aparecer no reality mesmo após seu divórcio de Kris. Junto com Kris, ela é a mãe de Kylie e Kendall. Kris pediu o divórcio antes de Caitlyn se tornar Caitlyn.

Caitlyn assumiu publicamente ser uma mulher transgênero em uma entrevista a Diane Sawyer em abril de 2015.

NOMES CRIATIVOS

O clã Kardashian-Jenner tem muitas crianças; e a escolha de nomes delas é bastante criativa.

Caitlyn tem seis filhos com três ex-esposas, entre eles, Kylie e Kendall com Kris. A matriarca dos Kardashians teve quatro filhos com seu primeiro marido, o falecido advogado de O.J. Simpson, Robert Kardashian, antes de se divorciar dele: Kourtney, Kim, Khloé e Rob.

Kim teve três filhos depois de North: Saint, Chicago e Psalm. A irmã mais velha, Kourtney, tem três filhos com Scott: Mason, Penelope e Reign. E também há os filhos de Khloé (True), de Kylie (Stormi) e de Rob (Dream).

Algumas das Kardashians mostraram seus trabalhos de parto aos espectadores. Ao longo dos anos, fomos presenteados com vídeos caseiros mostrando Kris trazendo crianças ao mundo. Uma Kendall de 12 anos viu seu nascimento. Recentemente, durante a última temporada, Mason, de 11 anos, viu sua mãe dar à luz a ele.

SPIN-OFFS SEM FIM

Eles estão em Los Angeles. Eles estão em Miami. Eles estão em Nova York. Não, espere, nos Hamptons. Parte do processo de acompanhar o clã tem sido seguir spin-offs. Há um recorde para isso? Depende de como o spin-off, a franquia e o cânone estão definidos.

Mas, com certeza, são muitos programas no gênero de reality show, e diversos deles contaram com várias irmãs "tomando conta” de diferentes cidades. Ao todo, foram 11 spin-offs na TV - muitos deles tendo uma vida curtíssima. Assim como "Keeping up with the Kardashians", eles foram dirigidos pela Ryan Seacrest Productions e o canal de TV E!.

O primeiro foi "Kourtney & Khloé Take Miami", em 2009. Que se transformou em "Kourtney & Kim Take Miami”, depois que Khloé voltou à vida real para focar em outro trabalho. Uma infinidade de biquínis e barcos enormes eram exibidos em meio a tentativa das irmãs de ampliar o alcance de sua boutique Dash com novas lojas.

Os verdadeiros fãs, principalmente aqueles que acompanhavam Scott, vão lembrar que, em 2013, a web série semanal “Lord Disick: Lifestyles of a Lord” foi mostrada na terceira temporada desse spin-off em Miami. Scott comprou para si o título real em 2012, durante uma viagem a Londres, e esbanjava itens luxuosos, como frotas de carros caríssimos, além de dar dicas de como nós também poderíamos viver como lordes.

Em 2011, "Khloé & Lamar" foi para o ar enquanto o casal tentava entender a vida de casado. Também houve três temporadas do programa fitness, “Revenge Body with Khloé Kardashian", depois que o casamento não deu certo. E um programa de entrevistas que durou pouco, o "Kocktails with Khloé".

Kris teve por um breve período de 2013 um programa com seu nome, cujo auge foi a participação de Kanye West e ele mostrando as primeiras fotos de North. Mas a Fox não ficou interessada em uma segunda temporada.

Depois de Caitlyn se assumir publicamente como uma mulher transgênero, ela conseguiu seu próprio reality: "I Am Cait". O programa era um mergulho sério em seu processo de transição e na questão de se ela estava pronta para ser um modelo a seguir enquanto novos amigos a educavam sobre os problemas enfrentados pela comunidade trans. A atração foi cancelada após duas temporadas em meio a baixa audiência.

ROUBO, NUDEZ E OUTRAS COISAS

Talvez o acontecimento mais assustador de todos tenha sido o assalto à mão armada de Kim em 2016, em um apartamento de luxo em Paris durante a semana de moda. A 13ª temporada do reality abordou o caso e suas consequências emocionais. Kim falou abertamente do terror de ser amarrada, ficar sob a mira de uma arma e ter suas joias roubadas. Ela disse que achava que ia morrer.

Entre seus momentos infinitamente mais felizes: todas aquelas festanças exageradas de aniversário, casamentos extravagantes e chás de bebê, sem falar dos próprios casamentos em si.

Dois dos casamentos de Kim apareceram no programa e nos jornais. O casamento de Khloé com Odom em 2009, um mês depois de eles se conhecerem, foi exibido na 4ª temporada. Após as núpcias, os dois compraram a casa dos sonhos enquanto Kim ainda estava vivendo em um condomínio. Só estou dizendo. "Mansão" agora é o nome do meio de Kim.

As irmãs também gostam de posar para fotos sem roupas, embora Kim nem sempre se sinta confortável com a ideia.

Pouco depois de transformar aquele vídeo caseiro de sexo em ouro, a promissora Kim apareceu na revista Playboy, sendo a capa da edição de dezembro de 2007 sobre celebridades.

Após uma sessão de fotos inicial, Hugh Hefner, o fundador da Playboy, quis mais.

“Ela precisa ficar nua?”, Kris pergunta a Hef na primeira temporada do programa. "Claro", ele responde. Então eles chegam a um acordo: Kim posa nua, mas estrategicamente envolta por longos fios de pérolas.

Kylie também apareceu na capa da Playboy, em 2019, usando nada mais do que um chapéu de cowboy e sendo abraçada por Travis vestindo apenas uma calça jeans.

E, em seguida, temos Kendall. A supermodelo _ assim como um mundo inteiro de outras celebridades _ publicou sua parcela de nudes e tem passado por alguns escândalos, embora sua vida amorosa tenha estado discreta em comparação com a de seus irmãos.

Houve seu malfadado comercial da Pepsi em 2017, no qual ela entrega uma lata de refrigerante para um policial durante um protesto. A propaganda foi criticada por banalizar imagens do movimento Black Lives Matter. Ela foi tirada do ar e uma Kendall chorando até soluçar pediu desculpas.

Kylie e Kendall foram acusadas de violar direitos autorais naquele mesmo ano por sobrepor seus rostos a imagens de Tupac, Notorious B.I.G. e uma série de outros ícones musicais para uma linha de camisetas que custavam US$ 125 cada. Elas retiraram os produtos do mercado.

Portanto, os fãs não precisam se preocupar. O reality pode até estar chegando ao seu fim, mas essa famosa família não vai desaparecer. / TRADUÇÃO DE ROMINA CÁCIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.