Programa de TV sobre bastidores de turnês pelo Brasil estreia com a banda Detonautas

Programa de TV sobre bastidores de turnês pelo Brasil estreia com a banda Detonautas

Primeiro episódio do ‘Na Estrada com o Music’ vai ao ar neste sábado, 18, no canal por assinatura Music Box Brazil, com registros da banda em excursão comemorativa

Adriana Del Ré, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2019 | 11h00

Com a proposta de acompanhar os bastidores de turnês musicais pelo Brasil, o programa Na Estrada com o Music estreia neste sábado, 18, às 22h30, no canal por assinatura Music Box Brazil (com reprise no dia 15 de junho, às 12h50). O episódio de estreia será com o Detonautas Roque Clube, com registros realizados durante excursão para divulgar para o sexto álbum de estúdio, VI, em comemoração aos 20 anos de carreira da banda, na mesma época da Copa do Mundo no ano passado.

A produção mostra os integrantes da banda, Tico Santa Cruz (voz), Renato Rocha (guitarrista), Fábio Brasil (baterista), Cléston (DJ e tecladista), Philippe (guitarrista e vocal de apoio) e Macca (guitarrista), transitando por diferentes cenários, desde a Festa Nacional da Cachaça, em Santa Catarina, até casas de espetáculos e baladas pelos interiores do Brasil.

Segundo o diretor do programa, Márcio Mazzeron, a escolha do Detonautas surgiu naturalmente entre a produção do canal. “Eles já são nossos parceiros, inclusive o baterista Fábio Brasil apresenta o programa Mobilia Space, que é voltado à produção musical para novas bandas e artistas em destaque no mercado”, comenta Mazzeron, que é também diretor do canal. “Conversamos sobre a proposta do Na Estrada com o Music e eles toparam participar de cara. O grupo estava prestes a entrar em turnê de 20 anos de carreira, um momento especial, e o convite foi muito oportuno por isso também.”

Diferentemente dos formatos tradicionais de produções do gênero, a atração é feita sem roteiro, em que os próprios músicos registram os bastidores de sua rotina com smartphones e câmeras profissionais. Isso vale para os bons momentos e também para os perrengues.

“A experiência se torna diferente de tudo que já foi apresentado na TV, pois não há uma equipe estranha junto com a banda. Ter pessoas de fora e que não fazem parte do ciclo diário acaba tirando a espontaneidade dos músicos”, acredita o diretor. “Já o próprio artista produzindo o conteúdo gera frescor, desinibição e revelações que poderiam não serem expressadas se alguém estivesse ali acompanhando tudo. Recebemos um material bastante rico e nosso trabalho acaba sendo filtrar apenas algumas coisas para preservar a intimidade do artista.”

O guitarrista Renato Rocha, do Detonautas, conta que essa foi uma experiência nova para a banda. Geralmente, a gente tem alguém ou equipe acompanhando. Temos nosso videomaker, que faz parte da própria banda, mas também acontece de profissionais de fora se aproximarem para gravar este tipo de conteúdo”, diz. “Com esse formato, o clima e a naturalidade não mudam nos bastidores entre os integrantes. Não que o registro feito por outras pessoas nos atrapalhe, mas é sempre alguém a mais. Só entre nós, acaba se tornando mais familiar e sem filtros.”

Renato ficou responsável por conduzir as filmagens. “Acho que isso foi uma coisa natural da banda por me ver na grande maioria das vezes registrando tudo e foram deixando esse desafio para mim. Não tenho experiência alguma com vídeo e edição de imagens, pois minha expertise é áudio, música e mixagem”, comenta ele. “Por isso, foi um processo muito mais intuitivo. Eu identificava os momentos em que outras câmeras não estavam filmando a gente, histórias interessantes, que eu percebia que algo ou alguma tirada de alguém ia acontecer, alguma brincadeira ou momento inusitado. Eu fiquei ligado em tudo isso e fui captando. Fui na intuição e no feeling.”

Nessa andanças, foram captados momentos inusitados. No entanto, o guitarrista elege os registros dos shows como os seus preferidos. “Quando a galera está com a gente cantando e com luzes ligadas, acaba sendo bastante emocionante. Para mim, é o grande destaque”, assinala ele. “Outras situações são os momentos em que peguei a galera desprevenida e isso pode mostrar um lado da banda que as pessoas não estão acostumadas a ver.”

Tudo o que sabemos sobre:
Detonautas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.