Prison Break volta à Fox

No 3.º ano, cenário é uma prisão no Panamá; irmãos Michael e Lincoln invertem seus papéis

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

27 de julho de 2008 | 00h01

Os fãs da série Prison Break devem estar se perguntando: que tipo de contorcionismo criativo os produtores da série fizeram para manter o ritmo da história de uma fuga que já terminou? A estratégia é simples, mas arriscada. Voltar para o ponto de partida. Na próxima quinta, dia 31, às 21h, a Fox começa a exibir no Brasil a 3ª temporada da saga dos irmãos Scofield pela liberdade. Depois de uma temporada inteira construindo a fuga do presídio Fox River, e outra tentando sair do país, Michael Scofield está preso novamente, mas dessa vez sem o irmão e longe dos EUA. O cenário agora é o misterioso presídio de Sona, no Panamá, onde está reunida a escória da escória de 27 países. Depois de duas temporadas bem-sucedidas, a sensação de quem assiste ao primeiro episódio da 3ª é que vai começar tudo de novo. Em uma das cenas - cujos 17 minutos iniciais estão disponíveis no site da Fox - Lincoln, oficialmente livre, procura um advogado para tentar livrar o irmão. É então que ele fica sabendo o tamanho da enrascada. "Lá estão os piores entre os piores homens que todas as prisões rejeitaram. Sona é uma rua sem saída. Quem entra, nunca sai". A história do presídio e sua relação com a "Companhia" não ficam completamente esclarecidas nos primeiros episódios. Sabe-se apenas que houve lá uma rebelião tão séria, que o governo local decidiu se manter afastado. Apesar do déjà vu, a série promete abrir novos caminhos - ou seriam rotas de fuga? Ao contrário de Fox River, lá não existem gangues. Quem manda no pedaço é o traficante Lechero, que antipatiza de cara com Michael.A explicação para a babel de Sona é o Canal do Panamá, que fez do país "uma porta de entrada para o tráfico internacional". Além de Michael, T-Bag, Bellick e Mahone também estão presos. Ou seja: o elenco principal continua o mesmo, com Wentworth Miller, Dominic Purcell, Amaury Nolasco e William Fitchner. Dia 31, antes da estréia, o canal exibirá um resumo das duas temporadas.

Tudo o que sabemos sobre:
prison break

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.