Alex Segura/ EFE
Alex Segura/ EFE

Pollos Hermanos ganha vida e faz alegria dos fãs de 'Breaking Bad'

Na série, local serve de fachada para lavar dinheiro de um império com vínculos com cartéis mexicanos

Alex Segura Lozano, EFE

13 Março 2017 | 09h27

No mesmo cenário no qual Walter White e Gus Fring selaram, rodeados de asinhas de frango, sua lucrativa, mas destrutiva aliança de metanfetamina, os fãs de Breaking Bad têm em Austin, nos Estados Unidos, um novo local de culto no primeiro restaurante da rede Pollos Hermanos a ganhar vida fora das telas.

"Estou extremamente emocionado, parece que estamos dentro da melhor série que jamais vi", exclamou à Agência Efe Jonathan Raffle, um jovem entusiasta deste fenômeno transmitido pela televisão no qual White (Bryan Cranston) se muta de professor de química a narcotraficante para custear seu tratamento contra um câncer terminal de pulmão e deixar sua família em uma posição confortável.

Em Breaking Bad, a Pollos Hermanos é uma rede de restaurantes de fast-food propriedade de Fring (Giancarlo Esposito) que serve na realidade como fachada para lavar dinheiro de um império com vínculos com cartéis mexicanos e que aproveita sua rede de transporte para distribuir a droga pelos EUA.

 

Mais conteúdo sobre:
Estados Unidos Bryan Cranston EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.