Pobres adolescentes ricos

Gossip Girl traz a receita de The O.C., com intrigas adolescentes, mas tem Nova York como cenário

Etienne Jacintho, O Estado de S.Paulo

03 de novembro de 2007 | 23h07

Gossip Girl é considerada a série mais quente da temporada nos EUA. Apesar de não ter uma audiência explosiva, já garantiu uma temporada completa. E a publicidade em torno da atração de Josh Schwartz e Stephanie Savage - a dupla de The O.C. - é massacrante. Quando se chega em Nova York, os rostos dos atores da série estão em todos os lugares: nos ônibus e nos outdoors, inclusive no ponto mais nobre da Times Square, onde um cartaz chega a custar US$ 300 mil.Com todo esse bombardeio, já estava me sentindo familiarizada com a série quando encontrei o elenco para um bate-papo na cidade que nunca dorme. Mas falar com os atores de Gossip não foi uma tarefa fácil. Foram necessários dois longos dias para conseguir apenas 10 minutos com cada um dos adolescentes do elenco principal. Foi uma maratona!NO SET No primeiro dia, a espera foi no set onde está localizado o colégio, um dos ambientes mais recorrentes na atração e que, vez ou outra, funciona realmente como uma escola para uma das atrizes, a jovem Taylor Momsen, de apenas 14 anos. "Tenho de estudar no set e é uma locura!", conta a intérprete de Jenny, a caçula que faz de tudo para entrar na turma dos bacanas de Upper Side. "É divertido interpretar Jenny porque ela é inocente, mas descobre outro lado de sua personalidade quando começa a sair com essa turma."E tudo em Gossip Girl gira em torno da popularidade dessa turma liderada por Serena (Blake Lively) e Blair (Leighton Meester). O ator Penn Badgley - que vive o descolado Dan, irmão de Jenny - deu uma boa definição para a série: "Todos os dramas adolescentes têm triângulos amorosos, desilusões, perda de virgindade, abuso de álcool... Existe a fórmula, mas Josh Schwartz sabe como tornar isso original", defende. "Além disso há a cidade. Afinal, Nova York é um personagem, assim como foi em Sex and the City."A história começa exatamente com um triângulo amoroso formado entre Nate (Chace Crawford) e as amigas Serena e Blair. "Nate gosta das duas", conta Chace, o garoto que nunca viveu a vida de seu personagem. "Sou um garoto do Texas e o dinheiro de lá é diferente do de Manhattan."NA CIDADENo dia seguinte, a jornada comecou no Soho, onde os atores de Gossip Girl se reuniram para gravar cenas de uma festa em um loft. No meio da rua, duas mesas enormes com todos os tipos de comida - de pães e bolos a saladas e frutas, além de muito café - estavam dispostas. O engraçado é que nenhum transeunte estranhou aquele circo. Imagine se fosse no Brasil?Nos intervalos das gravações, os figurantes matavam a fome e esta jornalista tentava alguns minutos de entrevista com Blake, a protagonista. "Serena é a garota mais popular da escola", fala Blake. "Ela dormiu com o namorado da melhor amiga e decidiu sair da cidade e dessa bolha em que ela e os amigos vivem."O piloto de Gossip Girl mostra o retorno de Serena a Manhattan e todas as confusões que isso irá implicar, principalmente em relação a Blair, a melhor amiga. "A dinâmica entre Blair e Serena é muito interessante", conta Leighton. "Blair vê serena e tem todos esses sentimentos de insegurança, baixa auto-estima."POPULARIDADENa série, quem conta as fofocas da turma é uma autora desconhecida de um blog chamado Gossip Girl. Na vida real, o elenco diz não se interessar por esse tipo de notícia, mas os atores admitem estar se preparando para a popularidade. "É engraçado ver minha cara na Billboard porque sou tímida e aquela garota não se parece comigo!", fala Leighton. "Não estou pronto para o sucesso, mas acho que posso lidar com isso", diz Chace.Para Taylor, a preocupação é evitar fofocas: "Espero que não haja uma Gossip Girl na minha escola."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.