Starzplay
Starzplay

Plataforma Starzplay passa a investir em séries da América Latina e Espanha

Produção colombiana ‘MalaYerba’ é a 1ª a ir ao ar e conta história de amigos que fundam empresa que explora produção de maconha

MARIANE MORISAWA, ESPECIAL PARA O ESTADÃO

02 de janeiro de 2022 | 05h00

A Starzplay, que tem algumas séries americanas e inglesas premiadas, como Normal People, P-Valley e The Great, investe agora também em séries originais produzidas na América Latina e na Espanha. “O espanhol é uma das línguas mais faladas do mundo e, para nós, era uma evolução natural da nossa produção original”, disse Superna Kalle, presidente de Redes Internacionais da Starz, em entrevista ao Estadão, na Cidade do México.

A primeira a entrar no ar foi a colombiana MalaYerba, que mescla drama e mistério ao contar a história de três amigos que fundam a companhia KannaLab, para explorar a produção legal de maconha no país

Depois de MalaYerba, a Starzplay estreia a espanhola Express, criada por Iván Escobar e Antonio Sánchez Olivas, no dia 16 de janeiro. A personagem principal é uma psicóloga criminal, vítima de sequestro relâmpago. Em 27 de fevereiro, é a vez da mexicana Señorita 89. Na sequência, ainda sem data, vêm a mexicana Toda la Sangre e a chilena El Refugio. A Starzplay acompanha a decisão de suas concorrentes Netflix, HBO Max, Paramount+ e Star+, que também estão investindo em produções originais locais, especialmente na Europa e América Latina. 

Faz sentido: segundo um relatório do Ebanx, a América Latina é o segundo mercado de crescimento mais rápido para o streaming no mundo, ultrapassando EUA e Europa e ficando atrás apenas de Ásia e Oriente Médio. O Brasil está nos planos da Starzplay.

Tudo o que sabemos sobre:
Ásia [continente]Espanha [Europa]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.